Devido à grande alta do euro o Conexão Paris criou, a partir da sua extensa biblioteca de artigos, uma série chamada “Paris Sem Gastar Muito”. Nessa compilação estão posts sobre como economizar com hospedagem, transporte, alimentação, compras e passeios. Você pode acessá-la clicando aqui.

Os restaurantes em Paris são caros. É claro que existem opções muito caras, caras e menos caras, mas de uma maneira geral, gasta-se muito comendo fora.

Por isso, nossa recomendação para quem vem a Paris e quer economizar é: alugue um apartamento e coma em casa. Você vai economizar 15 euros por pessoa com o café da manhã e, pelo menos, 25 euros por pessoa para cada refeição.

(Existem diversas empresas de aluguel de apartamentos em Paris. Nós indicamos a À La Parisienne. Administrada por um brasileiro, Vinícius, a empresa tem uma seleção de excelentes apartamento, atendimento em português e padrão de limpeza brasileiro.)

Sabemos que muita gente tem pavor de cozinha. Mas, em Paris, qualquer pessoa consegue comer bem em casa, sem ser preciso ser nenhum grande chef. Para isso, basta fazer como os parisienses, seguindo nossas nove dicas:

1. Simplifique:

Nós, brasileiros, estamos acostumados a ter quatro/cinco pratos diferentes na mesa para o almoço ou o jantar. Arroz, feijão, carne, legume, salada… Se você quiser seguir esse ritmo, não vai conseguir sair da cozinha e suas férias serão uma tragédia. Por isso, faça como os franceses: no máximo, dois pratos. Carne com batata assada ou outro legume, um belo macarrão, uma sopa quentinha nos dias frios, uma salada bem caprichada no calor, uma torta com salada, uma omelete suculenta…

As tortas são práticas, gostosas e baratas. Você encontra ótimas tortinhas prontas nas padarias e nas delicatessens (traiteur).

As tortas são práticas, gostosas e baratas. Você encontra ótimas tortinhas prontas nas padarias e nas delicatessens (traiteur). Foto: Shutterstock

E o preparo das carnes aqui é extremamente simples. Você vai comprar as peças já cortadas, limpas e, se quiser, temperadas. Mas você também pode fazer como os franceses: grelhar a carne na frigideira, depois acrescentar sal e pimenta do reino, algumas ervas e pronto. Em 5 minutos, estará pronto (e gostoso).

2. Complemente sua refeição com os queijos:

Os queijos fazem parte da refeição diária dos franceses. Aproveite para experimentar e conhecer alguns dos diversos tipos de queijo existentes.

Os queijos fazem parte da refeição diária dos franceses. Aproveite para experimentar e conhecer alguns dos diversos tipos de queijo existentes. Foto: Alfredo Brant

Se depois de comer a sua salada caprichada você ainda continuar com fome, fique feliz porque a melhor parte ainda está por vir. Pegue a baguette, os queijos (que nunca jamais podem faltar) e termine sua refeição. É claro que uma tacinha de vinho para acompanhar não faz mal a ninguém. Pra finalizar, um pedacinho de chocolate ou um macaron e pronto!

3. Localize um Picard perto de você:

Fale com qualquer parisiense, e todos te dirão a mesma coisa: “não sei o que seria de mim sem um Picard perto de casa.” Trata-se de uma grande rede que vende congelados de ótima qualidade. Você encontra cebola, alho e temperos picados; carnes e peixes já cortados e limpos; batatas já picadas e temperadas para ir ao forno, purê de bata, sopas, pratos prontos que basta colocar no micro-ondas (menos gostosos, mas resolvem a vida), pão e croissant que assa no forno e fica uma delícia, petit gateau, canapés….

Purê de batata congelado do Picard. Basta colocar leite e está pronto e gostoso em cinco minutos.

Purê de batata congelado do Picard. Basta colocar leite e está pronto e gostoso em cinco minutos.

Dá uma olhada no site e você vai entender o tamanho da variedade. E são dezenas de lojas em Paris – sempre haverá uma perto de você!

4. Compre o essencial no supermercado:

Ao alugar um apartamento, você logo vai descobrir a rua que concentra os pequenos comerciantes de bairro: a queijaria, a cave de vinhos, o açougue, a patisserie etc. E vai ficar tentado a comprar as centenas de iguarias da culinária francesa. Acontece que os supermercado são bem mais baratos. Portanto, compre o essencial no supermercado e deixe para comprar pequenos mimos nos comerciantes.

Exemplo: no dia a dia, o parisiense compra queijos no supermercado. As fromagaries, melhores, mais caras e com mais diversidade,  são para quando vamos receber alguém em casa ou queremos comprar algum queijo especial.

No centro de Paris, você vai encontrar supermercados de bairro das marcas Monoprix, Casino, Carrefour.

5. Abasteça seu carrinho com itens curingas:

Todo francês tem no armário produtos que salvam em dias que não queremos mexer com fogão. Tenha sempre salada, tomate, patês, bons presuntos ou um salmão defumado, pistache e, claro, muitos e variados tipos de queijo. Assim, se você não estiver afim de cozinhar, basta colocar tudo na mesa, abrir uma boa garrafa de vinho e terá uma refeição maravilhosa.

6. Passe na padaria diariamente:

Dica: as melhores padarias em Paris têm o selo "Artisan Boulanger".

Dica: as melhores padarias em Paris têm o selo “Artisan Boulanger”. Foto: Shutterstock

Tenha sempre um bom pão fresco em casa. Um bom pão salva em qualquer situação. Para o lanche da tarde, compre um croissant ou um pain au chocolat.

7. Compre produtos da estação:

Aproveite para se regalar com os produtos frescos e típicos de cada estação – e como haverá muita oferta, sempre há também uma promoção. Na primavera, coma aspargos, framboesas, cerejas… No outono, cogumelos, abóboras, endívias, figos, marrons. No inverno, vieiras, ostras, carnes de caça etc.

8. Prepare sanduíches para o piquenique durante o dia:

Se você vai passar o dia inteiro fora, prepare alguns sanduíches, frutas da estação, um pedaço de chocolate ou uma torta de framboesa comprada na patisserie que você encontrar pelo caminho.

Uma alternativa barata é comprar um sanduíche na baguete ou uma tortinha em alguma padaria. Ou ainda, comer uma crepe de rua, em um dos quiosques de crepe espalhados pelo cidade. Você vai gastar em torno de 5 euros.

Em Paris, coma crepes salgadas e doces nas barraquinhas de rua.

Em Paris, coma crepes salgadas e doces nas barraquinhas de rua. Foto: Shutterstock

9. Por fim, um segredo:

Quando você quiser sair para comer fora, consulte o site Les Petites Tables, um guia de restaurantes que oferecem refeições de qualidade (algumas excelentes!) a menos de dez euros. E prefira comer fora na hora do almoço – os restaurantes oferecem menus mais baratos no almoço do que no jantar.

*

Para aluguel de apartamentos, visite o site da À La Parisienne. E não se esqueça que a empresa oferece um brinde para os leitores do Conexão Paris (veja aqui como usufruir).