Champagne é a região vinícola mais próxima de Paris e por isso vocês são numerosos a percorrê-la. Essa é a região por excelência para exercitarmos os prazeres gourmands e vivermos momentos inesquecíveis diante de uma taça borbulhante.

Mas a Champagne é também uma região carregada de história e seus monumentos estão todos lá como testemunho do passado.

Adicione um novo prazer no seu passeio pela cidade de Reims, a capital do champanhe, visitando sua catedral, um dos monumentos mais importantes da França. Na idade média ela era considerada como a Igreja Mãe do Reino.

Ao ver a catedral, você não imagina que ela foi parcialmente destruída durante a primeira guerra mundial. O que foi, na época, um choc para todos os franceses e elites culturais internacionais.

Sua restauração começou durante os anos 1920, graças principalmente ao mecenas americano John D. Rockefeller, e continua até os dias de hoje.

Vitral Grande Rose

Vitrais Grande Rose

A catedral possui ainda alguns vitrais da Idade Média. Mas os destruídos durante a guerra foram, e estão sendo, substituidos por vitrais de artistas contemporâneos.

Vitrais de Chagall

Vitrais de Chagall

Marc Chagall, em 1974, foi um dos primeiros a contribuir para a restauração dos vitrais deste monumento. Um lembrete, Chagall é também o autor do teto da Opera Garnier de Paris.

Em 2011, o Estado francês encomendou ao artista alemão Imi Knoebel seis vitrais para as capela Jeanne d’Arc da catedral.

Vitrais

Novos vitrais de Imi Knoebel

E em maio de 2015 três novos vitrais do artista alemão foram instalados. Eles são maravilhosos.

Estes últimos vitrais foram um presente do governo alemão. Um século após as destruições provocadas pelos bombardeios das forças armadas alemãs, este gesto veio concluir um desejo de paz e amizade.

Estes vitrais de Imi Knoebel foram executatos pelo atelier Derix situados em Taunusstein, na Alemanha. Esta empresa, que trabalha para o mundo todo, possui, desde 1908, o prestigioso título de Vidraceiro da Corte Papal.

Quanto visitar a Catedral de Reims, preste atenção na luz filtrada pelas diversas cores usadas nos vitrais.

Nós temos muitos artigos sobre a região Champagne na França. Clique aqui para ler um resumo de todos eles.

No site de passeios e serviços Minha Viagem Paris, você encontra um passeio privativo comandado por sommelier brasileiro até Reims e a região de Champanhe, clique aqui para mais informações.

Como ir de Paris até Reims

  • Trem: a viagem tem cerca de 1 hora de duração, dependendo da data e hora do trem. Preços a partir de 28 euros. Compre sua passagem antecipadamente – clique aqui – para garantir os melhores preços.
  • Carro: A viagem dura em torno de 2 horas. Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França aqui.
  • Ônibus: A viagem tem cerca de 2 horas de duração. Preços a partir de 12 euros por pessoa. Consulte valores e faça a compra da passagem pelo site da empresa de ônibus OuiBus.

MinhaViagemParis1Acesse o site Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.