Trata-se de uma bela construção situada no Marais e ocupada pelo Musée de la Chasse et de la Nature e pelo Club de Chasseurs. O club é um espaço reservado somente aos membros. O museu é aberto ao público. Não o conhecia. Me limitava a passar  diante deste bonito hotel particulier e a admirar sua arquitetura externa. Talvez o mundo dos caçadores não me atraísse o suficiente para provocar a minha  curiosidade. Mas li alguns textos na mídia elogiando a qualidade da restauração do prédio e das exposições temporárias. Resolvi entrar.

Comecei admirando a elegancia deste bonito prédio representativo da arquitetura parisiense do século XVII,

que reúne quadros, móveis e tapessarias relacionadas com a caça. Me chamou a atenção o magnífico trabalho em ferro forjado da rampa da escada. Em outras áreas os restauradores  empregaram artistas contemporâneos que trabalharam o ferro com uma estética atual.

O museu possui salas temáticas, cada uma tendo por objeto um animal representativo da evolução da caça enquanto atividade humana.

Fui passando de sala em sala e me dei conta que não havia nenhuma antinomia entre esta habitação luxuosa, seus móveis requintados e todos estes magníficos animais (empalhados). Ali estavam retraçados o modo de vida de uma elite, suas atividades preferidas e a maneira como, hoje, esta mesma atividade é percebida.

No site do museu fiquei sabendo que a floresta do castelo Chambord, no vale do Loire, é um domínio de caça aberto aos membros que formam o club deste museu.

Musée de la Chasse et de la Nature – 62 rue des Archives 75003 Paris – aberto todos os dias das 11h às 18h. Fechado nas segundas e dias feriados.

Conheça os apartamentos para alugar no Marais da À La Parisienne, empresa parceira do Conexão Paris para aluguel de apartamentos em Paris.