A Córsega da montanha

A Córsega da montanha

As montanhas da Córsega. Timo Horstschäfer no Flickr

As montanhas da Córsega. Timo Horstschäfer no Flickr

A Córsega possui dupla personalidade: a Córsega do litoral e a Córsega da montanha. Conhecer somente um dos aspectos significa visitar a ilha e partir sem ter visto o essencial. O segredo da Kallisté – nome que os gregos davam à Córsega – está exatamente neste conflito entre mar e montanha. Entre o litoral e suas praias peoples ou praias selvagens e o interior da ilha formado por uma sucessão de cadeias de montanhas. O litoral tem um charme certo, mas é na montanha que se esconde a verdadeira identidade da ilha. Basta virarmos as costas para o Mediterrâneo e 20 minutos mais tarde já estamos em outro planeta, verde, selvagem e deslumbrante.

Nosso artigo de hoje é sobre as várias maneiras de conhecer a Córsega “do interior”.

GR20 Corse. Timo Horstschäfer no Flickr

GR20 Corse. Timo Horstschäfer no Flickr

. a pé para veteranos. O trek do GR20 Corse figura entre os trekkings mais procurados da Europa. O GR20 é uma trilha de 200 km que atravessa a Córsega pela cadeia de altas montanhas do centro da ilha. Ele é considerado como um dos mais difíceis da Europa e exige uma excelente condição física e aptidão para caminhar em terrenos acidentados.

Sentier de Giuncheto

Sentier de Giuncheto

. a pé para os menos corajosos. Apesar de passar há anos o verão na ilha nunca “fiz” o GR20, difícil demais para mim. A Córsega possui milhares de outras trilhas balizadas. Antes das estradas, os vilarejos das montanhas eram ligados entre si e ao litoral por trilhas percorridas pelos homens e pelos burros. Para incentivar o turismo verde, estes caminhos foram reabertas e cada vilarejo cuida das suas trilhas e do seu patrimônio. Todas as semanas percorremos uma trilha. A última foi um sentier (pequena trilha) de 7 km que parte do vilarejo de Giuncheto situado entre Propriano e Bonifácio.

Uma pequena pausa para fotos

Uma pequena pausa para fotos

O sentier é bem sinalizado por setas e ideal para o verão. Ele atravessa uma mata e caminhamos a maior parte do trajeto na sombra. Durante o percurso passamos por ruínas de uma aldeia abandonada, por um antigo forno de pedra onde os habitantes assavam diariamente o pão e por uma fonte construída com granito.

Ruínas de uma aldeia

Ruínas de uma aldeia

Após subirmos 500 metros em 2 quilômetros, no topo e fomos recompensados com uma bela vista. À direita tínhamos os famosos picos de Bavella e à esquerda o Mediterrâneo e suas praias.

Os Picos de Bavella. marc.desbordes no Flickr

Os Picos de Bavella. marc.desbordes no Flickr

. de carro, para aqueles que não gostam de caminhar. Sugerimos um roteiro: percorrer a estrada D268 que sobe até os Picos de Bavella a 1218 metros de altitude. Quando você chegar no topo, na Notre Dame des Neiges, estacione e ande um pouco pela região. Ela é absolutamente mágica. Neste exato lugar, você encontrará também uma flecha indicando o GR20, pois uma das inúmeras sub-divisões do trek passa por aí. Para reconhecer a trilha procure a seta GR20 ou a marca que o assinala: duas listas uma branca e outra vermelha.

Sinalização do GR20. David no Flickr

Sinalização do GR20. David no Flickr

Mesmo no verão, melhor levar um suéter. Você pega a D268 a partir da pequena cidade de Zonza, situada nas montanhas da Córsega. Você pode chegar a Zonza à partir de Porto Vecchio, de Propriano e de Sartene.

Clique aqui e leia todos os nossos artigos sobre a Córsega.

Como chegar em Ajaccio saindo de Paris

Importante: Existem várias combinações e opções de travessias de barco e vôos para chegar à ilha, a viagem para Ajaccio é apenas uma delas.

. De trem. Em 3 horas é possível fazer centro de Paris/centro de Marseille; e em 4h, Paris/Toulon. Dessas duas cidades é possível pegar o barco que leva até Ajaccio. Os preços do trem variam de acordo com o mês, o dia da semana e a hora. E se comprar sua passagem com antecedência no site da Eurorail (clique aqui), consegue preços mais baratos ainda.

. De avião. Paris/Ajaccio. A viagem de avião pode variar entre 2h50 e 5h50, tudo depende da escala do voo. Veja aqui as melhores ofertas da Air France.

. De carro. Passando por Lyon, Avignon, Aix en Provence, Marseille. Belo passeio em direção ao sol da Provence e da Côte d’Azur. Você pode entrar com o carro no barco que faz a travessia até a ilha, verifique antes as disponibilidades e preços. Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França aqui. 

. De ônibus. Esta costuma ser a opção mais barata e a mais longa também, a viagem tem cerca de 12 horas de trajeto até Marseille e 13h40 até Toulon, as duas viagens com uma parada na Gare de Lyon. Consulte valores e faça a compra da passagem pelo site da empresa de ônibus OuiBus (clique aqui).

 

 

MinhaViagemParis1Na nossa agência online Minha Viagem Paris você vai descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.

 

 


Vai para Paris? Reserve sua passagem no site oficial da Air France - o melhor preço para mais de 900 destinos em todo o mundo.
O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.
Seja o primeiro a dar um pitaco
Deixe seu pitaco

Córsega: evento alta gastronomia

Do dia 4 de julho até 2 de setembro de 2016, um evento gastronômico raro acontecerá na Córsega. Raro por ser na Córsega e pela escolha do local e dos chefs envolvidos. Durante todo o verão, a Córsega do Sul será a sede de um restaurante efêmero extremamente requintado. Os chefs convidados são Mathieu e Bernard […]

Leia mais →

Especial sul da Córsega: Bonifácio

Este é o quarto e último post do Especial sul da Córsega, que traz um roteiro pela região sul da ilha. Leia o primeiro post sobre a Córsega aqui,  o segundo aqui e o terceiro aqui. Em seu terceiro dia na Córsega, você conheceu e passou a noite em Porto Vecchio. Agora, vamos rumo a Bonifácio, a cidade […]

Leia mais →

Especial sul da Córsega: os picos de Bavella e Porto Vecchio

Este é o terceiro post do Especial sul da Córsega, que traz um roteiro pela região sul da ilha. Leia o primeiro post sobre a Córsega aqui, e o segundo aqui. Em seu terceiro dia da Córsega, iremos rumo às montanhas. Além dos vilarejos perdidos nas alturas, você irá conhecer Bavella, um dos pontos mais bonitos […]

Leia mais →

Especial sul da Córsega: um pouco de mar e de montanha

Este é o segundo post do Especial sul da Córsega, que traz um roteiro pela região sul da ilha. Leia o primeiro post sobre a Córsega aqui. Hoje, queremos apresentar a vocês um pouco dos encantos  do litoral. Desvendar a costa corsa pode não ser fácil para os turistas que desembarcam na ilha. Para nós brasileiros, […]

Leia mais →
13 posts