Castelo Chaumont sur Loire

Castelo Chaumont sur Loire

Castelo Chaumont sur Loire

Castelo Chaumont sur Loire – Vue du Château depuis le Parc Historique, créditos E.Sander

O Vale do Loire possui castelos que estão fora do roteiro turístico internacional e que merecem ser conhecidos. Claro que se você tem apenas um dia para visitar a região, não ver Chenonceau é um erro. Mas se você já o conhece ou se sua estadia no Vale é de dois ou três dias, apresentamos para você o Castelo Chaumont-sur-Loire.

Ele se encontra a menos de 200 km de Paris, entre as cidades de Tours e Blois. O castelo não é privado e pertence à um organismo de administração regional. Ele está aberto o ano todo, assim como seus jardins e parque.

Domaine Chaumot sur Loire

Domaine Chaumot sur Loire. Créditos E.Sander

Esta bela construção foi propriedade de Catherine de Médicis, de Diane de Poitiers e da Princesse de Broglie.

Chaumont é dinâmico e organiza durante o ano eventos importantes que atraem e seduzem os franceses. A mídia especializada costuma dizer que a arte encontrou em Chaumont seu biótopo natural com seus 32 hectares de castelo, bosques, estábulos, haras, jardins floridos.

Chaumont convida regularmente artistas internacionais famosos para exposições no castelo e suas dependências. Entre eles o britânico Andy Goldsworthy, o italiano Giuseppe Penone, o guineense El Anatsui, recompensado com o Leão de Ouro da Bienal de Veneza em 2015.

« Le jardin flottant du songe », Festival International des Jardins, 2016 - © Eric Sander

« Le jardin flottant du songe », Festival International des Jardins, 2016 – © Eric Sander

Mas o auge deste tropismo vegetal e artístico é o Festival Internacional de Jardins que acontece todos os anos em Chaumont. Desde 1992, o Festival ocupa 3 hectares do seu parque e revela a criatividade do paisagismo internacional. São verdadeiras obras de arte vivas assinadas por talentosos artistas.

Escultura vegetal de Cornelia konradis – Créditos Eric Sander

Escultura vegetal de Cornelia konradis – Créditos Eric Sander

Este festival já acolheu paisagistas famosos que criaram jardins para Chaumont, assim como arquitetos de renome como Michel Wilmotte, designers como Pablo Reinoso, artistas como Ernesto Neto e membros do mundo do teatro como Bob Wilson e Benjamin Millepied.

Para terem uma idéia da importância deste evento, em 2016 o festival convida o artista brasileiro Henrique Oliveira. Ele apresenta a obra já exposta na Bienal de São Paulo de 2014. Outro participante é Jean Claude Ellena, durante anos perfumista da Hermès, com uma obra chamada o Jardim do Perfumista.

Nas margens do rio Loire, Chaumont oferece atrações o ano todo.

Festival Internacional de Jardins, até dia 2 de novembro. Clique aqui para ver o mapa e a localização das obras do festival.

Como ir de Paris até Chaumont-sur-Loire

  • Trem: não existe trem direto de Paris até o castelo, pegue o trem até Blois e de lá carro ou ônibus regional para Chaumont-sur-Loire. A viagem de trem até Blois tem cerca de 2h de duração. Compre antecipadamente, no site da EuroRail, para garantir os melhores preços.
  • Carro: passando por Orléans e outra cidades menores. Belo passeio pela região do Vale do Loire. Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França aqui.
  • Ônibus: Pegue o ônibus até Tours e de lá carro ou ônibus regional até Chaumont, esta é a opção mais barata. A viagem tem cerca de 3 horas de duração. Consulte valores e faça a compra da passagem pelo site da empresa de ônibus OuiBus.

 

Na nossa agência online Minha Viagem Paris, oferecemos passeios pelo Vale do Loire: passeios em grupo, privativos e acabamos de lançar Castelos do Loire by bike. Veja nossos passeios incríveis aqui.


Vai para Paris? Reserve sua passagem no site oficial da Air France - o melhor preço para mais de 900 destinos em todo o mundo.
O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.
Últimos pitacos (2/2), ver todos os comentários
  • "É muito lindo. Vale a pena lembrar que não fi ..."

    Gislene T R Delgado de Carvalho
  • "Maravilha! Adoro as informações do Conexão Pa ..."

    Francelina
Deixe seu pitaco