Vasculhando a internet achamos um artigo super interessante sobre fotos coloridas de Paris tiradas nos anos 1910. Segundo o autor, essas fotos foram originalmente feitas em cores utilizando a técnica do autochrome, criada pelos Irmãos Lumière em 1903.

Elas foram tiradas pelos fotógrafos Léon Guimpel, Stephane Passet, George Chevalier e Auguste Leon entre 1914 e 1918, a pedido do banqueiro Albert Kahn. Hoje elas fazem parte do acervo do museu que leva o seu nome – Museu Albert-Kahn – que fica pertinho de Paris, na cidade de Boulogne-Billancourt.

Mais do que admirar as fotos, o interessante é fazer uma comparação com os dias atuais e perceber que, enquanto várias coisas mudaram, muitas permaneceram iguais. Esse é o encanto de Paris.

  • Torre Eiffel e ao fundo, onde hoje se encontra o Palais de Chaillot, o antigo Palais du Trocadéro, demolido em 1935 e onde funcionava uma sala de espetáculos, o Museu dos Monumentos Franceses e o Museu da Etnografia.
t

Torre Eiffel (@Musée Albert-Kahn – Département des Hauts-de-Seine)

  • casas dentro do Sena ao longo do Quai de l’Hôtel de Ville no 4° arrondissement. Ao fundo a ponte Louis Phillipe que liga o Marais à ponta da ilha Saint-Louis. Faz lembrar as casas – porém em palafitas – das populações ribeirinhas no Brasil. Ainda hoje há pessoas que moram no Sena mas não em casas e sim em barcos-moradia, leia aqui.
l

Casas dentro do Sena

  • Exemplos da Paris de antigamente que não existe mais. Com a tecnologia e a evolução dos costumes, algumas profissões e os chamados petits boulots (pequenos trabalhos) simplesmente ficaram obsoletos e desapareceram: acendedor das lamparinas urbanas, perfurador dos bilhetes do metrô, fort de Halles (homens “fortes” que descarregam as caixas de alimentos no Halles, o então mercado central parisiense). Na foto a loja de um tonnelier (artesão que fazia tonéis de madeira para o armazenamento de vinho, cerveja etc) situada no n° 8 da rue Montparnasse, no 6° arrondissement. Hoje em dia no local se localiza a École Preparatoire Stanislas. Devido à indústria do vinho, ainda existem muitas tonnelleries na França mas não dentro de Paris.
m

Uma tonnellerie na rue Montparnasse

  • No Quai de la Corse – Conciergerie ao fundo – já existia o mercado de flores que até hoje funciona no local. Repare que o prédio da Conciergerie está mais escuro. Até os anos 50, os prédios e monumentos parisienses eram bem escuros devido ao tempo e à poluição. Atualmente eles são lavados a cada 10 anos.
i

Mercado de flores do Quai de la Corse

  • Vendo as fotos temos a impressão que as áreas chiques da cidade, com seus prédios haussmaniannos, continuam idênticas porém limpas. Os bairros populares – 10°, 11° e Montmartre – mudaram muito em virtude do desaparecimento dos já citados petits boulots e dos artesãos e, como os prédios não tinham valor arquitetônico, foram demolidos.
k

Rue de la Paix, à esquerda um pedacinho da coluna da Place Vêndome

  • Para terminar, o emblemático Moulin Rouge. Apesar do moinho continuar lá, muita coisa mudou…
zz

Moulin Rouge


capa

O guia Paris, Cinco Roteiros em Quatro Dias é ideal tanto para quem está indo pela primeira vez a Paris, quanto para aqueles que já visitaram a cidade e desejam descobrir os segredos dos parisienses. São 5 roteiros exclusivos que podem ser percorridos em, no mí­nimo, 4 dias. À venda no site HotMart.

 

 


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.