Paris é ponte para o passado ao respeitar e preservar tão bem a sua história.

Vista do Louvre, a partir do Musée d'Orsay

Vista do Louvre, a partir do Musée d’Orsay

É ponte para o futuro. Andamos de bicicleta ou a pé em ruas, a cada ano mais numerosas,  em que os carros já não são mais bem vindos. Preferimos os transportes coletivos. Usamos carros coletivos movidos à eletricidade.

Vélib parado na Ilha Saint Louis, em frente à Notre Dame

Vélib parado na Ilha Saint Louis, em frente à Notre Dame

É ponte para o mundo. Um terço da população de Paris é estrangeira. No metrô, onde todas as culturas e nacionalidades se misturam, temos a certeza de estar no centro do mundo.

O metrô em Paris

O metrô em Paris

É ponte para nós mesmos. Temos tempo.

Vista do alto do Centre Pompidou, o Beaubourg

Vista do alto do Centre Pompidou, o Beaubourg

É ponte para o outro. Ficamos largados em parques, vivendo no coletivo, ao lado de pessoas queridas.

Captura de Tela 2013-08-23 às 19.20.46

Um instante no jardin de Luxembourg

É ponte que une dois lados, duas margens, da cidade e da gente.

Captura de Tela 2013-08-23 às 19.23.28

Pôr do sol nas pontes de Paris

Este post foi inspirado na frase de João Lardon – Paris é ponte, vencedora do concurso cultural Paris Para Sempre.

Fotos tiradas do nosso Instagram