Quando saí do Brasil em 1983, cachorro era sinônimo de cão de guarda. Tínhamos cachorro para tomar conta da casa ou da casa de campo.

Nas minhas idas e vindas percebi a rápida evolução da relação entre brasileiros e animais de companhia. Hoje, talvez, eles sejam tão importantes para nós como para o franceses.

A França possui 63 milhões de animais de companhia e exibe, com orgulho, o título da campeã européia na área. A população francesa é estimada em 63.703.191 pessoas, ou seja, quase um animal por pessoa.

Os peixes são os preferidos: eles são 35 milhões, coitados, dentro de seus aquários. Em seguida os gatos, 11.4 milhões, os cachorros, 7.4 milhões, os passarinhos, 6.4 milhões, e os roedores, 2.7 milhões.

Nesta lista não estão presentes os pythons –  algo semelhante à jararaca – os anfíbios e as caranguejeiras de companhia!

A ditadura dos gatos

Em 2009 publiquei um artigo sobre a tirania dos animais domésticos franceses (clique aqui).

Será que chegaremos até lá?

Os dados atuais para a França foram publicados por Le Monde.fr.