por Rodrigo Lavalle

Já diz o ditado que quem não tem cão caça com gato e quem não tem praia do Leblon frequenta a Paris Plage. Criado em 2002, esse evento transforma um trecho da borda direita do Sena em uma verdadeira praia. Aproveitando o verão perfeito das últimas semanas – quente no ponto certo, céu azul e ventinho gostoso – eu dei um pulo lá para conferir a movimentação.

O espaço é bem agradável, organizado e limpo e tem tudo a que se tem direito em uma praia: areia, sombrinhas, espreguiçadeiras, barraquinhas, brinquedos e até roda de samba e banheiros químicos! A única coisa que realmente falta é o mar ou a possibilidade de dar um mergulho no rio. Todo mundo fica bem à vontade e se diverte bastante. As crianças jogando areia pra cima, os casais namorando, as mulheres tomando sol e os homens assistindo.

O clima geral é mais clube do que praia mas, assim como a praia no Brasil, é um espaço bem democrático. Pessoas das mais variadas idades, nacionalidades e classes sociais convivendo. O que cada um escolhe para vestir é um caso à parte: tem pessoas usando trajes típicos, outras usando bikini, outras de calcinha e sutiã e até algumas totalmente vestidas de preto!

Esse ano a Paris Plage acontece entre a Pont des Arts e a Pont d’Arcole e vai até o dia 19 de agosto.