Berthe Morisot foi a única mulher pintora entre os impressionistas. Artista de enorme talento, admirada e reconhecida por seus pares, ela foi inovadora também nas suas escolhas de vida. Não perca a exposição dedicada à sua obra em cartaz no Museu Orsay até 22 de setembro.

Por Natália Bravo de Souza

“Je ne crois pas qu’il n’y ait jamais eu un homme traitant une femme d’égale à egal, et c’est tout ce que j’aurais demandé, car je sais que je le vaux.”

“Eu creio que jamais tenha havido um homem que tratasse uma mulher de igual pra igual, e isso é tudo o que eu teria pedido, pois eu sei que o valho.” A frase em destaque acima (traduzida no início do texto) é de Berthe Morisot, pintora impressionista a quem o Museu Orsay dedica, até o mês de setembro desse ano, uma grande exposição.

Há algumas semanas, estive na conferência inaugural dessa exposição, movida pelo meu grande interesse pelo assunto (o percurso “A Paris dos Impressionistas”, que ofereço aos leitores do Conexão Paris, só fez aumentá-lo), e também pela minha curiosidade em relação a essa artista, bastante menos conhecida e festejada do que seus companheiros do sexo masculino.

berthe morisot

Berthe Morisot, pintora impressionista

Seria o desconhecimento relativo em relação à obra de Morisot resultado de sua condição de mulher? Segundo Sylvie Patry, curadora da exposição, a resposta é sim. Única mulher entre os impressionistas, presente em praticamente todas as suas exposições, Morisot foi artista de enorme talento, admirada e reconhecida por seus pares, como Monet, Renoir e Degas, seus amigos mais próximos. Além disso, foi inovadora: suas escolhas de vida, sua dedicação integral à pintura, a perspectiva única e transformadora de suas telas certamente contribuíram para a ampliação dos espaços, dos lugares do feminino na arte. E na vida. Com Morisot, a mulher assume, também, o primeiro plano. A mulher não apenas conhece e admira a arte. Não é apenas a musa inspiradora dos artistas. Ela inspira, mas também se inspira. Porque o seu lugar não é apenas o da mulher que assiste, mas é também o da mulher que produz.

Berthe Morisot

Oriunda da alta burguesia francesa, Berthe era a terceira filha dos quatro irmãos Morisot. Como era habitual entre as famílias francesas de prestigio elevado, Morisot e suas irmãs tiveram acesso ao que de mais sofisticado a cultura francesa podia oferecer: escolas de renome, aulas de piano, lições de pintura e de etiqueta. Uma educação refinada era parte importante da formação das mulheres de boa família que, assim, certamente fariam bons casamentos. No caso de Morisot, como veremos, as coisas tomaram um rumo diferente do que era previsto e destinado às mulheres do século XIX.

Desde o início de suas aulas de pintura, ainda bastante jovens, as irmãs Berthe e Edma Morisot pareciam destacadas: seu talento era fora do comum. Suas habilidades estavam pra muito além da pintura domestica reservada às mulheres de boa família. Alertados pelo seu tutor, o casal Morisot, igualmente amante das artes e da cultura, decide-se por incentivar a vocação das filhas. A arte, os cavaletes, as telas e as tintas tinham entrado em suas vidas para ficar.

No ano de 1868, enquanto copiava obras clássicas no Museu do Louvre, Berthe é apresentada a Edouard Manet, à época pintor de algum renome, com algumas obras aceitas pelos temidos salões oficiais, e muita polêmica em torno de algumas de suas telas, que escandalizaram o público e a crítica da época: as críticas negativas e o repúdio do público a Déjeuner sur l’herbe e Olympia (1863) monopolizaram a cobertura jornalística por semanas!

berthe morisot

Le Déjeuner sur l’herbe, de Édouard Manet

A partir desse encontro, a ligação entre os dois será permanente: Berthe admira o trabalho, a qualidade artística, a personalidade de Manet. Manet impressiona-se com a beleza daquela jovem artista. Em carta a Henri Fantin-Latour, que os havia apresentado, Manet reconhece as qualidades da jovem pintora, e lamenta que ela seja uma mulher. A revolução que Manet propunha em suas telas não parece ter vindo acompanhada de uma atitude igualmente revolucionária quanto aos papeis de gênero da época. Para Manet, a beleza de Morisot é inspiradora. Ele ainda não a enxerga como uma artista. E a convida a posar para alguns de seus quadros (no total, seriam 13 telas de Manet retratando Morisot).

Ao contrário do que fariam as mulheres de respeito, a quem não era permitido frequentar qualquer ambiente, Morisot aceita o convite, e passa horas e horas no convívio de Manet, em seu ateliê, para onde toda uma geração de novos artistas acorria com frequência. A ousadia de Manet o transformaria numa espécie de inspiração e de modelo para os jovens pintores, futuros impressionistas. Mas a aproximação excessiva de Manet e Morisot incomoda aos pais da jovem: monarquistas e tradicionalistas, eles veem com reserva o espírito livre, a boêmia, as fervorosas convicções republicanas do artista. O que não impede que eles permaneçam cada vez mais ligados.

Berthe Morisot

Eugène Manet et sa fille dans le jardin à Bougival, de Berthe Morisot

Berthe parece pouco disposta a ceder às pressões familiares e sociais. Ao contrário de sua irmã, que renuncia ao seu dom artístico após o casamento, Berthe permanece solteira. E artista. A pintura ocupa o primeiro lugar de suas preocupações. Muito cortejada, ela recusa sucessivas propostas, apesar da grande pressão familiar para que ela fizesse “um bom casamento”. Nada o faria abdicar do que parecia ser a sua verdadeira paixão: a arte.

Finalmente, aos 33 anos de idade, Morisot aceita a proposta de casamento de Eugène Manet, irmão de Edouard. A vida conjugal, no entanto, não a impediria de seguir o seu rumo: subvertendo os papéis do homem e da mulher, na família Manet é Morisot que trabalha, que mantém uma vida pública. Manet gerencia seus rendimentos, se ocupa da filha do casal e da carreira da esposa. Permanece nas sombras. E se transforma num dos modelos preferidos do pincel da artista. Em Morisot, a musa inspiradora é, por muitas vezes, Eugène Manet. Como em “Eugène Manet et sa fille dans le jardin à Bougival”, em que Manet aparece cuidando de sua filha, atividade vista como maternal. Feminina. Mas nenhuma dessas verdades se aplica e assujeita Morisot. A única verdade a que ela nunca renúncia é, mesmo, a arte.

Berthe Morisot

Eugène et Julie Manet, de Berthe Morisot

Por todos esses motivos, e muitos outros, é preciso contar a história de Berthe Morisot: é preciso retirá-la desse lugar de esquecimento relativo a que ela permanece relegada. Minha sugestão é de que os leitores a conheçam. E de que se deixem impressionar por essa grande mulher. Impressionista. Que está em destaque no Museu Orsay até setembro. Vai lá! E vem com a gente no percurso sobre a Paris dos Impressionistas. Você vai se surpreender ainda mais! Até!

Informações práticas

Exposição Berthe Morisot (1841-1895)

Quando: De 18 de junho a 22 de setembro 2019. Fechado às segundas-feiras.

Onde: Museu Orsay; 1 rue de la Légion d’Honneur, 75007. Metrô linha 12, estação Solférino.

Quanto: 16€ (dá acesso também ao acervo do museu e à exposição citada acima). Clique aqui para comprar seu ingresso antecipado.

Sobre a Natália

Natália é historiadora e carioca. Após concluir o curso de mestrado e trabalhar por anos com ensino de História, fez as malas e partiu rumo à concretização de um sonho antigo: continuar os estudos em Paris. Além de estudar, ela oferece passeios guiados históricos em Paris, são eles: Paris e a Revolução Francesa, Hitler em Paris e A Paris dos Impressionistas (clique aqui para saber mais sobre eles).

Para fazer a sua reserva e obter mais informações, entre em contato com a Natália pelo email parisdehistorias@gmail.com

Leia também os outros artigos escritos pela Natália:


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.