Exposição Artistas e Robôs no Grand Palais nos mostra a interação entre inteligência artificial e arte apresentando obras de artistas que trabalham nesta área.

O Grand Palais apresenta, até dia 9 de julho, uma interessante exposição sobre “imaginação artificial” termo genérico que coloca no mesmo balaio arte robótica, arte generativa e algorítmica.

A exposição apresenta artistas que trabalham novas ferramentas e, com isso, oferecem a oportunidade de repensarmos, mais uma vez, o que é obra de arte, qual o papel do artista.

Em inúmeros casos o público entra em relação com a obra até mesmo para modifica-la.

Dividida em sessões, Artistas e Robôs apresenta na primeira sequência robôs que criam obras. Eles são visíveis, móveis, articulados e algumas vezes divertidos. Eles possuem uma dimensão humana ou animal.

Obra de arte interativa

Na segunda sessão, os robôs são substituídos por sistemas informáticos e saem do nosso campo visual. Com a informática e os algoritmos a técnica desaparece em benefício de formas criadas infinitamente. Elas mudam em função do movimento dos corpos.

Inteligência artificial incorporada ao corpo. Obra de Murakami

Na terceira sessão, a inteligência artificial está incorporada ao corpo e a tecnologia se torna cada vez mais poderosa.

Floresta de colunas de papel criadas por sistemas artificiais

Esta é a sequência que pode incomodar ou inquietar porque toca na questão da nossa integridade física.  Softwares cada vez mais poderosos oferecem às obras de arte uma autonomia maior, uma capacidade infinita de gerar formas, de interação com o público que modifica o jogo em permanência. Esta é a sessão onde os artistas criam sistemas artificiais para a construção de obras que não poderiam criar com as ferramentas tradicionais.

A exposição nos mostra que 60 anos nos separam das primeiras máquinas de Tinguely (1959) e as obras tecnicamente sofisticadas atuais, como o Robot Arhats de Murakami (2016). Nós estamos no início da história das artes numéricas mas já somos capazes de retraçar seu caminho.

Por fim, Artistas e Robôs estabelece o elo entre passado longínquo e presente. Desde as grutas pré-históricas os homens colocaram a técnica ao serviço de um projeto as submetendo às suas interrogações e poesia.

Ilusão ótica anula os limites entre paredes e solo

Hoje começamos a nos perguntar:

. o que pode fazer um robô que o artista não pode?

. se ele é dotado de inteligência artificial, o robô pode ter imaginação?

. quem decide: artista, engenheiro, robô, público, todos juntos?

. seria mais prudente ter medo dos robôs, dos artistas, dos artistas robôs?

Se o tema o interessa, clique aqui e faça o download do guia da visita. Um documento interessante que merece ser lido.

O Grand Palais, onde acontece a exposição, é um dos monumentos mais bonitos de Paris. Clique aqui para conhece-lo melhor.

Exposição Artistas e Robôs no Grand Palais: 3 avenue du Général Eisenhower, 75008. Metrô linhas 1 e 13, estação Champs Élysées – Clemenceau.


Exposição Artistas e Robôs

O guia do Conexão Paris 5 Roteiros em 4 Dias é ideal tanto para quem está indo pela primeira vez a Paris, quanto para aqueles que já visitaram a cidade e desejam descobrir os segredos dos parisienses. São cinco roteiros exclusivos que podem ser percorridos em, no mínimo, quatro dias. À venda no site Minha Viagem Paris, clique aqui.

 


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.