A Galeria Louis Vuitton (não confundir com a Fundação Louis Vuitton) retraça e revela aspectos íntimos da história da maison, desde sua fundação até o momento atual.

Louis Vuitton – o homem, não a marca – começou sua carreira como aprendiz de empacotador/embalador, o profissional que fazia pacotes sob medida para proteger roupas e objetos de valor durante as viagens no século 19. Eugênia, esposa do então imperador Napoleão III, logo se encantou pelo trabalho do jovem e passou a exigir que suas bagagens fossem embaladas apenas pelo cuidadoso e detalhista Vuitton. Após cair nas graças da imperatriz, Vuitton começou a empacotar os vestidos de todas as elegantes de Paris.

Louis Vuitton, o homem

Impulsionado por sua fama, Vuitton abre, em 1854, sua própria loja no número 4 da rue de la Neuve des Capucines, perto da Place Vendôme, oferecendo as tradicionais malas de viagem com a tampa curvada para fora. Sucesso imediato. Para atender a crescente demanda, Vuitton muda seu  ateliê, em 1859, para a cidade de Asnière, a cinco quilômetros do centro de Paris.

Os ateliês da Vuitton em Asnières

Louis Vuitton, a marca

Pulamos para 2018 e hoje Louis Vuitton – a marca, não o homem – pertence ao mega conglomerado de luxo LVMH – dono também da Dior e Givenchy – e possui lojas espalhadas pelo mundo todo.

O ateliê original em Asnières continua existindo e funcionando e foi até ampliado. É lá que todo o savoir-faire da marca e de seus artesãos é preservado e novas técnicas são desenvolvidas. Além disso, é lá onde peças-chave como os malões, artigos em couros raros e exóticos, pedidos especiais e as peças de desfile são fabricados, no local funciona também a Galerie Louis Vuitton.

Uma sala do atêlie

A Galeria Louis Vuitton

A Galeria Louis Vuitton (não confundir com a Fundação Louis Vuitton) é uma espécie de museu que retraça e revela aspectos íntimos da história da maison, desde sua fundação até o momento atual, e destaca seus laços com os ateliêsRegistros de clientes, registros de vendas, cartazes e fotografias originais são exibidos ao lado dos famosos malões, malas, bolsas e das coleções do prê-à-porter.

Em exibição há também peças da marca e objetos pessoas que pertenciam a príncipes e marajás, estrelas de cinema e estilistas famosos, bem como a clientes anônimos que prezavam a qualidade e o trabalho artesanal.

galeria louis vuitton

Uma parte da exposição na Galeria Louis Vuitton

A exposição tem curadoria que permite a visita sem ordem específica, embora os elementos sejam agrupados de acordo com alguns temas: globalização, relações com o cliente, o Monograma, a natureza, o avant-garde

A Galeria Louis Vuitton não está sempre aberta ao público. Um rara oportunidade de visitar o local é durante os finais de semana até o dia 15 abril 2018, de 10h as 17h30. Entrada gratuita mas é preciso reservar, clique aqui.

La Galerie Louis Vuitton: 18 rue Louis Vuitton, 92600 Asnières. Metrô linha 13, estação Gabriel Péri.


Loja especializada Rolex em ParisO guia de moda e compras Paris: do alto luxo ao luxo acessível, escrito pela personal stylist Dione Occhipinti, é um mapa do tesouro fashion em Paris. Nele você encontra todos os endereços importantes, mais os segredinhos que só os parisienses conhecem. À venda no site Minha Viagem Paris.

 

 


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.