Há cerca de duas semanas fomos visitar o Museu Camille Claudel, situado na cidade de Nogent-sur-Seine.

Por mais cansativo que uma viagem bate e volta possa ser, é sempre um prazer e uma emoção – pelo menos para nós que vivemos em Paris – escapar um pouco da rotina da cidade e mergulhar no interior da França.

Há cerca de duas semanas fomos visitar o Museu Camille Claudel, situado na cidade de Nogent-sur-Seine, a cerca de 1 hora de trem de Paris. OK, não é super interior da França mas, mesmo assim, é um programa fora de Paris.

Museu Camille Claudel

No caminho entre a estação de trens e o museu.

Nossa visita

No dia da nossa visita – um dia que começou cinza – a cidade estava praticamente deserta. Fizemos sozinhos o caminho de ida e volta entre a estação de trem e o museu. Nele havia poucos visitantes, o que é sempre bom para o turista.

Museu Camille Claudel

A entrada do Museu Camille Claudel

A visita ao Museu Camille Claudel é uma experiência intimista e introspectiva. Não há o impacto da arquitetura esplendorosa e da vastidão monumental do castelo de Versailles e nem a exuberância quase erótica dos jardins de Monet em Giverny. O museu é minimalista e seco, bem distante do romantismo do Museu Rodin ou do Museu Bourdelle.

Tudo isso, mais o fato de termos tido dificuldades em publicar as stories no Instagram por causa do 3G fraco, deixou o passeio um pouco melancólico.

Museu Camille Claudel

Uma das salas do museu dedicada às esculturas para os espaços públicos.

O grande trunfo do Museu Camille Claudel é conseguir mostrar a evolução do trabalho da artista desde às suas primeiras obras (sob o monitoramento de Alfred Boucher), passando pela época de Rodin até chegar ao momento em que ela se afastou deliberadamente da companhia e da influência do grande escultor. Ao todo, estão expostas cerca de 40 obras de Camille.

Museu Camille Claudel

Persée et la Gorgone, escultura em mármore de Camille Claudel

Além de Camille, o museu presta homenagem também a outros três escultores que, durante o século 19, tiveram ligações com a cidade de Nogent-sur-Seine: Marius Ramus, Paul Dubois e Alfred Boucher. Há também uma grande seção sobre a escultura francesa do século 19, considerado a Idade de Ouro dessa arte na França.

Nossa conclusão

Esse é um programa para os turistas que já conhecem Paris e as atrações mais famosas ao redor da cidade (citamos várias delas nesse artigo). Ou então para aqueles apaixonados por Camille Claudel e sua obra. Se sobrar tempo entre o final da visita e a partida do trem para Paris, passeie pelas imediações do museu e sinta o clima de calma de Nogent. Caso não sobre, não fique triste, não há nada imperdível.

Clique aqui e leia nosso outro artigo sobre Camille Claudel e seu museu.

Informações práticas

Museu Camille Claudel: 10 rue Gustave-Flaubert, Nogent-sur-Seine, França.

Na Gare de l’Est em Paris pegue um trem com destino a Nogent-sur-Seine (clique aqui e compre suas passagens). A viagem dura cerca de 1 hora. Depois ande cerca de 1à minutos até o museu.

Horários de funcionamento: terça a sexta de 11h as 18h e sábados e domingos de 11h as 19h. Fechado às segundas e nos dias 1° de janeiro, 1° de maio, 1° de novembro e 25 de dezembro

Preço do ingresso: 7€ com direito ao audioguia.


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.