O perfume é uma arte invisível e misteriosa que revela ou esconde os segredos de nossa personalidade e de nosso humor. Mais conhecida como um “savoir faire à la française”, ela faz parte do patrimônio cultural da França. Porém, assim como o famoso croissant, o perfume não nasceu aqui. Essa arte foi acolhida, aprimorada e preservada pelos franceses em cidades como Montpellier, Grasse, Paris e também em Versailles, onde se situa a prestigiosa escola de perfume ISIPCA, e o notável Conservatório Internacional dos Perfumes, a Osmothèque (do grego osmē odor e thêkê armário).

unnamed

O prédio da escola de perfume ISIPCA onde fica a Osmothèque

Osmothèque

Fundado pelo perfumista Jean Kerléo em 1990, esse lugar quase secreto, único no mundo, é dedicado à preservação do patrimônio olfativo. São mais de 3.200 perfumes – sendo 400 deles fora de fabricação – e todas as matérias-primas da perfumaria – as existentes e aquelas ausentes do dia a dia dos perfumistas por questões de custo ou de legislação – cujos cheiros podemos sentir em um dos workshops olfativos organizados pela Osmothèque.

Perfumes do acervo da Osmothèque

Perfumes do acervo da Osmothèque

Esses perfumes são recriados de acordo com suas fórmulas originais, matérias-primas de alta qualidade e bases secretas usadas pelos grandes laboratórios de perfumes. As fórmulas são guardadas em um cofre-forte, e somente o perfumista Jean Kerléo tem a autorização de consultá-las para recriação dos perfumes.

Entre as jóias raras dessa biblioteca olfativa, estão perfumes de François Coty, Guerlain, Lucien Lelong e Piguet, assim como os maravilhosos perfumes de Paul Poiret – grande estilista francês e precursor do estilo art déco, que libertou a mulher das amarras do espartilho. Um dos mais fabulosos é o Iris Gris de Jaques Fath, que possui em quase 50% de sua fórmula um dos ingredientes mais caros e desejados da perfumaria, a manteiga de Iris Pálida.

O fabuloso Iris Gris de Jaques Fath, que contém quase 50% de sua fórmula com um dos ingredientes mais caros e desejados da perfumaria, a manteiga de Iris Pálida.

O fabuloso Iris Gris de Jaques Fath

O espaço conta com uma livraria especializada, uma biblioteca privada dedicada ao perfume, salas de conferência (são mais de 150 conferências por ano) além da cave propriamente dita, onde são conservados os perfumes e todas as matérias-primas à 12°C. Há possibilidade de visita à cave somente uma vez ao ano, na Journée du Patrimoine, ou em visitas privativas.

É realmente uma experiência inesquecível para quem que é apaixonado por perfume.

unnamed-8

Matérias primas da perfumaria conservadas na Osmothèque

Evento sobre perfumes

Para o dia 31 de outubro, o perfumista brasileiro Daniel Pescio, parceiro do Conexão Paris e da nossa agência online Minha Viagem Paris, está organizando um evento que inclui uma visita privativa à Osmothèque e sua cave, seguida de uma conferência olfativa sobre o tema “Fashion and Perfumes” com duração de 3 horas, em inglês.

A visita à Osmothèque faz parte de um evento de 4 dias (do 29/10 ao 01/11) que tem como tema o perfume. No programa, workshops na Serge Lutens Palais Royal, na Guerlain da Champs Elysées com a apresentação dos perfumes do patrimônio (perfumes que não são mais fabricados) e um workshop de criação de perfume. Lugares limitados!

Para mais informações e inscrições, entre em contato no email vendas@minhaviagemparis.com.br.

Com a ajuda do Daniel você pode traçar seu perfil olfativo e descobrir qual seu perfume ideal, clique aqui para saber mais.

 

MinhaViagemParis1Na nossa agência online Minha Viagem Paris você vai descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.