Este artigo é para (1) aqueles que já conhecem bem Paris e querem ter acesso aos endereços mais confidenciais e (2) para os turistas que, por opção, fogem dos lugares comuns.

Museu da Vida Romântica

Museu da Vida Romântica

Queremos apresentar para vocês o Musée de la Vie Romantique, pequeno museu de bairro com um dos jardins mais secretos da cidade. Da rua, vemos apenas duas discretas placas, uma do museu e outra do salão de chá – Un thé dans le jardin – instalado no jardim do museu.

Corredor de entrada do museu

Corredor de entrada do museu

Ao passarmos o portão de entrada nos sentimos longe de Paris, em algum lugar calmo e verde da província francesa. No final do corredor, encontramos uma bonita casa branca com janelas verdes.

Musée de la Vie Romantique

Musée de la Vie Romantique

O museu foi residência e ateliê de um pintor famoso no final do século 19, Ary Scheffer. Em 1830, este bairro – cujo apelido na época era Nouvelle Athènes – foi ponto de residência e encontro de importantes figuras do meio cultural parisiense.

Scheffer era retratista e professor de desenho dos filhos do duque de Orléans. Durante mais de trinta anos, sua mansão foi um local de intensa atividade artística, política e literária. Por aí passaram Delacroix, seu vizinho, George Sand, Chopin, Liszt, Rossini, Tourgueniev, Dikens…

Durante os anos seguintes a mansão continuou sendo ponto de encontro cultural sob a direção dos herdeiros. Em 1956, a casa foi vendida ao Estado francês e hoje o museu é administrado pelo Museu Carnavalet.

Uma das salas do Museu da Vida Romântica

Uma das salas do Museu da Vida Romântica

O Musée de la Vie Romantique foi inteiramente restaurado e redecorado pelo famoso arquiteto de interiores Jacques Garcia. Seu acervo é composto por obras de arte, móveis e objetos que ilustram a história do local. A principal sala é dedicada à escritora George Sand, uma das assíduas convidadas do proprietário Ary Scheffer. Sand foi uma das principais figuras dos meios literários e artísticos da época tendo sido amante de Alfred Musset, Franz Liszt, Frédéric Chopin e amiga de Gustave Flaubert.

Retrato de Dona

Retrato de Dona Francisca de Bragança

Em uma das salas do museu encontrei um retrato de Dona Francisca de Bragança, princesa de Joinville, obra de Ary Scheffer. A placa informa que a princesa do Brasil nasceu em 1824 no Rio de Janeiro, filha do Imperador Pedro I e da sua primeira esposa Maria Leopoldina. Aos 19 anos ela se casou, no Rio de Janeiro, com o Príncipe de Joinville, Philippe d’Orleans. Após o exílio, o casal viveu nos Estados Unidos e mais tarde em Paris, onde Dona Francisca morreu em 1898.

Café do Museu da Vida Romântica

Café do Museu da Vida Romântica

O Museu da Vida Romântica fica aberto o ano todo, mas o período ideal para visitá-lo é de abril até meados de outubro quando o romântico café do jardim está aberto.

Algumas informações sobre a área: o apelido Nouvelle Athènes, dado ao bairro no século 19, se referia à uma grecomania ambiente inspirada pela guerra de independência dos grecos contra o Império Otomano. Isto contribuiu para que as mansões e imóveis aí construídos adotassem uma arquitetura majestosa e reflexo da cultura antiga. A elite intelectual que aí se instalou designava o bairro como “república das artes e das letras”.

Museu de la Vie Romantique, detalhe

Museu de la Vie Romantique, detalhe

Nos últimos dez anos esta mesma região foi redescoberta por jovens da elite francesa à procura de grandes e belos apartamentos. Hoje, a Nouvelle Athènes é conhecida como um dos mais bairros mais dinâmicos da cidade, onde a cada 5 minutos temos a inauguração de um novo bistrô, hotel, bar, concept store. De Nouvelle Athènes ele passou a ser conhecido como SoPi. Clique aqui para anotar os melhores endereços do SoPi.

Jardim e café do Museu da Vida Romântica

Jardim e café do Museu da Vida Romântica

O Salão de Chá funciona nos mesmos horários mas somente de maio a meados de outubro.

Hotel Scheffer-Renan, Musée de la Vie Romantique: 16 rue Chaptal, 75009. Aberto de terça a domingo das 10h às 18h. Fechado nas segundas e dias feriados.


Musée de la Vie Romantique

Nosso guia 5 Roteiros em 4 Dias é ideal tanto para quem está indo pela 1ª vez a Paris, quanto para aqueles que já visitaram a cidade e desejam descobrir os segredos dos parisienses. São cinco roteiros exclusivos que podem ser percorridos em, no mínimo, quatro dias. À venda no site Minha Viagem Paris, clique aqui.

 

 


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.