Passaportes azuis

Passaportes azuis

Eu sempre me perguntei se a cor dos meus passaportes é aleatória ou resultado de regras ou leis nacionais e internacionais.

Li um artigo no Travel et Leisure sobre o assunto. Na introdução o artigo afirma que nós não podemos escolher a cor dos nossos passaportes. Pas de nouveauté, obrigada, isto nós sabemos.

Em seguida, parece que a cor dos passaportes não segue nenhuma regra específica internacional. Cada país decide sua cor levando em consideração variáveis como religião, localização geográfica, questões políticas, tradições culturais. O passaporte tem que ter uma identidade nacional.

Se os países são livres na escolha da cor, eles se submetem às normas da Organização da Aviação Civil Internacional nas questões ligadas ao tamanho, formato e tecnologia.

De uma maneira geral, os passaportes possuem as cores primárias azul ou vermelho, em tons variados.

Os passaportes vermelhos são utilizados pelos membros da União Européia (menos a Croácia), e pelos países que desejam fazer parte (como a Turquia). Trata-se do vermelho bordeaux, profundo. Parece que os países Andinos, Bolívia, Colombia, Equador e Peru, possuem também passaportes vermelhos para se aproximarem da CEE. A Suíça participa do grupo dos vermelhos, mas se diferencia pela escolha do vermelho escancarado.

O grupo dos passaporte azuis inclui os países da região do Caribe assim como Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. O passaporte dos Estados Unidos é azul marinho, influenciado pela sua bandeira.

A maioria dos Estados Islâmicos utilizam passaportes verdes, uma cor importante na tradição religiosa destes países. O verde é considerado a cor favorita do profeta Maomé.

Enfim, alguns passaportes são pretos como o da Nova Zelândia.

Para finalizar, o artigo lembra que o passaporte é uma identidade pessoal e ele pode aumentar ou diminuir o coeficiente de poder da pessoa. Certos passaportes significam “direito de passagem”, enquanto outros representam uma “barreira”.

O site Passportindex classifica os passaportes por status. A classificação é estabelecida pelo número de países que o passaporte permite visitar sem a necessidade de visto. Os cidadãos mais fortes do mundo são os de Singamura, cujos passaportes permitem visitar 165 países sem visa. A Coréia do Sul fica em segundo lugar, seu passaporte abre as portas de 163 países.


MinhaViagemParis1No site Minha Viagem Paris você vai descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.