por Rodrigo Lavalle

Paris está vazia. Todos desceram para a Côte. Começou ontem o 68° Festival de Cannes.

cannes

Cartaz do 68° Festival de Cannes com a atriz Ingrid Bergman que foi presidente do juri em 1973.

Pela primeira vez na história do festival o juri será presidido por duas pessoas, no caso os irmãos Cohen que ganharam a Palma de Ouro em 1991 pelo filme Barton Fink.

Esse ano a seleção de filmes apresenta uma forte presença da França e da Itália. Apesar disso, dizem os entendidos, os melhores filmes devem ser mesmo os asiáticos pois, segundo eles, o melhor cinema atual é feito na Ásia.

PALMA

A Palma

É importante ressaltar que em Cannes as mostras paralelas são tão importantes quanto a competição principal. Nem sempre os melhores filmes ou diretores estão concorrendo à Palma de Ouro. Esse ano os indicados são:

  • Carol dirigido por Todd Haynes – com Cate Blanchett fazendo o papel de uma dona de casa nos anos 50 que se descobre lésbica.
  • Chronic dirigido por Michel Franco – o diretor já teve vários filmes exibidos em Cannes.
  • Dheepan dirigido por Jacques Audiard – o diretor ganhou o Grand Prix em Cannes em 2009 pelo filme “Un Prophète”
  • Il Racconto Dei Racconti (Tale Of Tales) dirigido por Matteo Garrone – o filme “Gomorra” do mesmo diretor ganhou o Grand Prix em Cannes em 2008.
  • La Loi Du Marché (The Measure Of A Man) dirigido por Stéphane Brizé
  • Louder Than Bombs dirigido por Joachim Trier
carol

Cena do filme “Carol” de Todd Haynes

  • Macbeth dirigido por Justin Kurzel – super produção shakespeariana com Marion Cotillard
  • Marguerite & Julien dirigido por Valérie Donzelli
  • Mia Madre (My Mother) dirigido por Nanni Moretti
  • Mon Roi dirigido por Maïwenn
  • Nie Yinniang (The Assassin) dirigido por Hou Hsiao-Hsien
  • Saul Fia (Son Of Saul) dirigido por László Nemes – aguardado pelo crítica francesa, fala sobre o nazismo
  • Shan He Gu Ren (Mountains May Depart) dirigido por Jia Zhang-Ke
  • Sicario dirigido por Denis Villeneuve – do mesmo diretor dos excelentes “Incendies” e “Enemy”
  • The Lobster dirigido por Yorgos Lanthimos – meio ficção científica com uma premissa super interessante
  • The Sea Of Trees dirigido por Gus Van Sant
  • Umimachi Diary (Our Little Sister) dirigido por Kore-Eda Hirokazu
  • Valley Of Love dirigido por Guillaume Nicloux
  • Youth dirigido por Paolo Sorrentino – seu filme “The Great Beauty” ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro em 2013