A Catedral Notre Dame de Paris é passagem obrigatória para todos aqueles que desembarcam aqui pela primeira ou pela décima primeira vez.

A Notre Dame é uma das mais importantes catedrais da Europa e faz parte da história de Paris desde seus primórdios.

No seu exterior, são milhares de detalhes arquitetônicos para descobrir; no interior, esculturas, vitrais, sinos e relíquias para conhecer.

Notre Dame, foto

Notre Dame, foto Augusto Takaschima

A catedral foi o palco de quase todos os fatos importantes da vida de cidade: todos os grandes nomes da história aí se casaram, foram coroados ou velados e os principais eventos foram aí festejados.

Placa ponto zero

Placa ponto zero

A catedral indica o centro geográfico da cidade. Uma pequena placa no solo marca o ponto zero para o cálculo de todas as distâncias. Uma foto com o pezinho no point zero é uma das clássicas do circuito turístico internacional.

Um pouco de história

Notre Dame, galeria dos reis

Notre Dame, galeria dos reis. Foto Augusto Takaschima

Quando estiverem diante da Notre Dame, a vinte metros do solo, você verá 28 personagens representando os reis da Judéia. Cada estátua mede 3.50m de altura.

Em 1793, durante a Revolução Francesa, todas estas estátuas foram decapitadas. Os revolucionários confundiram os reis da Judéia com os reis da França. Mais tarde, as cabeças  foram redesenhadas e reconstruídas.

Em 1977, durante a construção da sede de um banco na rue Chausée d’Antin – perto das Galeries Lafayette –  os operários descobriram 21 cabeças, todas elas originais. Elas ficaram séculas esquecidas.

As cabeças da Notre Dame no Museu

As cabeças da Notre Dame no Museu Nacional de Cluny. Foto Augusto Takaschima

Hoje, estas cabeças podem ser vistas no Musée National du Moyen Âge de Cluny.

A catedral de Notre Dame de Paris possui uma das mais importantes relíquias da cristandade: os fragmentos da Coroa de espinhos com a qual Cristo foi coroado pelos soldados romanos.

Notre Dame, relíquia coroa de Cristo

Notre Dame, relíquia coroa de Cristo

A história desta relíquia remonta aos evangelhos de São João, na passagem onde ele relata a coroação de Cristo. A veneração desta lembrança da Paixão de Cristo é mencionada à partir do século IV pelos peregrinos que visitavam Jerusalém.

Mais tarde, a relíquia foi transferida para Constantinopla e guardada na capela dos imperadores bizantinos. Em 1238, Louis IX, rei da França, comprou do imperador de Bisâncio a coroa de espinhos. Um ano depois ela chegou em Paris e foi guardada na Notre Dame. Desde 1896 ela está conservada dentro de um tubo de cristal e de ouro. A relíquia é apresentada, aos fiés, a cada primeira sexta feira do mês, às 15h, e na sexta feira santa das 10h às 17h.

Leia o texto sobre as relíquias da catedral e veja as fotos no site oficial da Notre Dame de Paris. Clique aqui.

Emmanuel, Foto Francisco Assis Andrade

Emmanuel, Foto Francisco Assis Andrade

Os sinos da Notre Dame são famosos. Durante a revolução francesa, quase todos eles foram fundidos. O único sobrevivente foi o famoso sino  Emmanuel. Emmanuel pesa 13 toneladas e não toca todos os dias. Desde 1685 seu som anuncia a chegada de datas importantes para os cristãos e também os maiores eventos que caracterizaram nossa história, como por exemplo, o fim das duas guerras mundiais.

Notre Dame, chegada dos novos sinos

Notre Dame, chegada dos novos sinos

Mas Emmanuel não está mais sozinho. Com grande entusiasmo, a catedral inaugurou, o ano passado, um conjunto de sinos idêntico ao existente nos séculos passados.

Concertos e recitais

Não sei se você já escutou um recital de orgão na Catedral de Notre Dame de Paris. É um programa que vale a pena. O impressionante interior da catedral, a luz externa colocando em relevo os seus maravilhosos vitrais, o silêncio do público aos primeiros acordes de um concerto de música sacra, garanto para você, é um grande momento de emoção.

No site da catedral você encontra o calendário dos concertos. Mas fique sabendo que todas as noites de sábado, a Notre Dame oferece aos fiéis ou melômanos concertos de orgão com grandes organistas intecionalmente conhecidos. A entrada é livre, não existe venda de tickets. A Catedral pede somente uma pequena contribuição a cada visitante.

Saiba também que nas festas religiosas como Natal e Páscoa, a oferta de concertos de música sacra é relevante.

Clique aqui para ter acesso ao programa musical da Notre Dame.

Notre Dame, orgão

Notre Dame, orgão

O orgão foi restaurado recentemente. Após 10 meses de trabalhos, o orgão voltou a funcionar dia 12 de dezembro 2012 para as festas de comemoração dos 850 anos da Catedral.

Vista de Paris da torre da Notre Dame

Vista de Paris da torre da Notre Dame. Foto Luiz Gonzaga

Torres da Notre Dame

A visita à catedral Notre Dame de Paris é gratuita. Mas a visita às suas torres é paga. Vale a pena subir? Nós achamos que vale muito a pena subir os 422 degraus até o alto das torres. Lá de cima você verá Paris emoldurada pelas gárgulas desenhadas por Viollet-le-Duc.

Vista de Paris da torre. Foto Luiz Gonzaga

Vista de Paris da torre. Foto Luiz Gonzaga

As torres estão abertas todos os dias da semana. Fechadas no dia 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro. O Museum Pass dá acesso às torres.

As torres não são acessíveis às pessoas com mobilidade reduzida. Nós temos um artigo sobre os monumentos acessíveis em Paris (leia aqui).

Também na nossa agência Minha Viagem Paris, você encontra uma visita guiada do Marais com guia conferencista brasileira (clique aqui). Neste circuito você passa diante da Notre Dame e aprende a ler sua fachada como se fosse história em quadrinhos.

E se você ainda não leu o livro O Corcunda de Notre Dame, leia. nossa resenha do livro (clique aqui).


parque de la villette

O guia do Conexão Paris 5 Roteiros em 4 Dias é ideal tanto para quem está indo pela primeira vez a Paris, quanto para aqueles que já visitaram a cidade e desejam descobrir os segredos dos parisienses. São cinco roteiros exclusivos que podem ser percorridos em, no mínimo, quatro dias. À venda no site Minha Viagem Paris, clique aqui.