Durante a viagem que fiz com a Air France para conhecer a nova classe business inaugurada nos voos para o Brasil em janeiro, fiquei duas noites hospedados no Peninsula, o mais novo hotel palácio de Paris. A convite da rede, tive a chance de conhecer por dentro um dos hotéis mais luxuosos da cidade. Hoje, conto aqui um pouco da experiência.

A chegada ao hotel já começa em grande estilo.  O enorme e lindo lustre de cristal – The Dancing Leaves – nos dá às boas-vindas. Já o tinha visto em fotos, mas a instalação é ainda mais bonita ao vivo.

O lustre-instalação Lasvit, no lobby do Hotel Peninsula em Paris

O lustre-instalação Lasvit, no lobby do Hotel Peninsula em Paris

Da visualização do lustre até o momento do check out, minha estadia no Peninsula foi marcada por uma sequência de encantamentos. A começar pelo quarto. Fiquei hospedada na categoria Grand Deluxe, a terceira mais simples do hotel.

O quarto com 50m2 tinha um corredor que levava:

  • Ao enorme closet. Além do tamanho, fiquei impressionada com um detalhe: um secador de unhas acoplado ao armário.
Hotel Peninsula

O enorme closet

  • Ao lindo banheiro, todo de mármore. Detalhe: o WC era um verdadeiro robô, com tudo o que você pode imaginar para o conforto e a higiene íntima 🙂
Peninlula_banheiro

O banheiro do quarto, com duas pias, banheira, ducha e WC.

  • No final, ao quarto. Aqui, alguns detalhes:
    • cafeteira Nespresso, chás e todas as bebidas do frigobar, incluindo uma garrafa de vinho,  são cortesia. Não se paga a mais por consumir. Comparando com outros hotéis-palácio que cobram até mesmo pela conexão Wi-Fi, acho esse gesto delicado. O luxo está na delicadeza, não apenas no tamanho do quarto ou no mármore do banheiro.
Hotel Peninsula

Chá, café e frigobar são cortesia do hotel.

  • Telefone com sistema VoIP, que permite chamadas gratuitas para qualquer país. Mais um gesto atencioso!
  • Mesa de escritório com impressora e papelaria à disposição.
  • Sistema integrado no Ipad para controle da luz do quarto e da música ambiente, abertura de cortinas e persianas, consultas ao concierge do hotel e até mesmo aos horários de chegada e partida dos voos do aeroporto Charles de Gaulle.

As diárias para este quarto começam a partir de 1.190 euros. Fiz questão de visitar os quartos mais simples, que perdem apenas em tamanho. Têm 35 m2 – o que é enorme para os padrões parisienses –  e contam com todo o resto, menos o escritório e o closet. Diárias, a partir de 795 euros.

O hotel tem ainda 34 suites especiais que são verdadeiros apartamentos, incluindo quartos de serviços e infra-estrutura para a equipe que acompanha o hóspede. E, para esses, um mini cooper com motorista fica à disposição.

O prédio e a estrutura do hotel também são de cair o queixo. Após 6 anos de reforma, o local, que no início do século foi um hotel, passando em seguida a abrigar a sede da Unesco em Paris, foi inteiramente renovado.

Hotel Peninsula em Paris

A reforma do prédio recuperou os ambientes originais do antigo Hotel Majestic, que funcionou ali até a segunda guerra mundial.

Os ambientes originais do antigo hotel Majestic foram recuperados num trabalho artesanal.

Hotel Peninlula: Afrescos

Detalhes dos afrescos no teto

Hotel Peninlula: bar

O bar do hotel, original do início do século, inteiramente em madeira e todo recuperado.

O hotel conta três restaurantes. Como a rede Peninsula é de Hong Kong, o restaurante principal – Lili – traz a Paris a culinária cantonesa,  com um chef recém-chegado (segundo o maître, ele ainda nem fala francês, a cozinha opera inteiramente em cantonês). A expectativa do hotel é ganhar a primeira estrela do Michelin este ano. Experimentei a grande especialidade da casa: o pato laqueado, que estava divino. Destaque também para  a carta de chás chineses.

O Restaurante Lili, que fica dentro do Hotel Peninsula em Paris

O Restaurante Lili, que fica dentro do Hotel Peninsula em Paris

O segundo, no último andar do prédio, é um bistrô moderninho, L’Oiseau Blanc, que vale pela incrível vista da Torre Eiffel e, no verão, pelas mesas instaladas na cobertura ao ar livre.

L'Oiseau Blanc, bistrô localizado no último andar do Hotel Peninsula, em Paris

L’Oiseau Blanc, bistrô localizado no último andar do Hotel Peninsula, em Paris

No sub-solo, spa, piscina e academia (com dois instrutores à disposição!).

Na saída, mais uma surpresa: a estadia aconteceu logo depois dos atentados terroristas. Meus colegas jornalistas  estavam enlouquecidos atrás de um exemplar do Charlie Hebdo, esgotado em todas as bancas da cidade. No momento do check-out, o concierge os surpreendeu com um jornal para cada.

Peninsula Hotel

19 Avenue Kléber | 75116

Tel.: +33 1 5812 2888

Para mais informações e reservas, visite o site do hotel.


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.