Gorges du Verdon - rive droite

Gorges du Verdon – rive droite

Por Mauricio Christovão

Depois de não termos conseguido visitar Moustiers de Sainte Marie devido ao excesso de veículos e turistas, decidimos seguir em frente pela margem direita do Verdon (estrada D952) em direção a Castellane, aonde pretendíamos pernoitar.

Cometemos então o segundo erro dessa viagem: era o último domingo de verão e muitos campings e outros estabelecimentos já estavam fechados e os últimos veranistas estavam voltando. Castellane nos pareceu muito simpática, mas quase deserta naquele momento, e resolvemos voltar no mesmo dia, mas por outra estrada.

As estradinhas da região são bem sinuosas e estreitas, muitas pontes são de uma pista só, os acostamentos são raros e os guard-rails nos trechos com abismos são poucos também. Na margem direita há placas avisando sobre o perigo de rochas caindo, na esquerda, não.

VERDON RD 4

Rive droite

Atenção também ao tráfego de bicicletas, uma paixão nacional. Dito isto, olho vivo, mão firme e muita atenção e vocês apreciarão uma das paisagens mais lindas do mundo. Se você enjoa em estradas com muitas curvas e/ou tem medo de altura, sugiro outro roteiro.

O rio Verdon forma um poderoso canyon de pedra calcária branca, e essa pedra mantém suas águas num belo tom azul-esverdeado. O rio alterna trechos calmos com outros mais encachoeirados e vimos vários grupos bem animados praticando rafting e canoagem. Existem várias agências da região que promovem esse tipo de turismo de aventura.

VERDON RD 3

O rio Verdon

VERDON RD 6

Canoagem no Verdon

Aliás, aventura não falta na região de Gorges du Verdon: além do rafting, temos caminhadas, cavalgadas, mountain bike, escaladas, camping, canoagem no lago… Tudo isso numa paisagem deslumbrante. Se você tem bom preparo físico e disposição, vale muito a pena ficar alguns dias por lá. As trilhas são muitas e bem sinalizadas.

Rafting no Verdon

Rafting no Verdon

A 27 km de Moustiers, em direção a Castellane, ainda pela D952, fica um mirante chamado Point Sublime, que merece o nome que tem. Há um grande estacionamento gratuito, uma lanchonete e uma emocionante vista para o canyon. Uma pequena caminhada leva do estacionamento ao melhor ponto de observação.

Vista a partir do Point Sublime.

Vista a partir do Point Sublime.

A 6 km depois do Point Sublime pela D952 há uma bifurcação à direita, na direção de Trigance, dando acesso à D955. Siga por 15 km na D955, e em Comps-sur-Artuby vire à direita na D71, que é a estrada que acompanha a margem esquerda (Rive Gauche) do canyon.

Trigance

Trigance (Foto de Sandra Alonso, a Mme S)

 

Seguindo pela D71, a 16 km de Comps fica a bela Pont de l’Artuby, uma ponte em arco sobre um desfiladeiro bem alto e procurado por praticantes de “bungee-jump”, mas não vimos nenhum.

Pont de l'Artuby

Pont de l’Artuby (Foto de Sandra Alonso, a Mme S)

A partir dessa ponte são 22 km até Aiguines, e a D71 torna-se mais sinuosa e próxima à borda do canyon, mas há poucos mirantes e acostamentos seguros para fotografar, logo fique atento para não perder a chance de registrar a belíssima paisagem.

Gordes du Verdon - rive gauche

Gordes du Verdon – rive gauche

O melhor mirante da margem esquerda é Col d’Illoire, a 967 metros de altitude, com um bom estacionamento, que fica a 35 km de Comps-sur-Artuby, pela D71. Logo depois descemos para Aiguines.

Aiguine

Aiguine (Foto de Sandra Alonso, a Mme S)

Em Aiguines, próximo ao Lac de Sainte-Croix, pegue a D19 e depois a D957 até o entroncamento com a D952, que leva a Moustiers, a 15 km dali e o início da nossa viagem.

Ainda tinha a cereja do bolo: Entre Comps e Aiguine vinha em sentido contrário uma caravana de carros antigos (MG, Jaguar, Porsche), alguns conversíveis, aproveitando o último dia do verão no Sul da França ao entardecer. Não precisava…

Total da volta completa no Verdon, partindo de Moustiers: aproximadamente 100 km divertidíssimos. Ou seja, saindo de Aix-en-Provence, são quase 300 km, mas dá para fazer em um dia, saindo cedo. Dica fotográfica: Façam a margem direita (D952) pela manhã e a esquerda (D71) à tarde, quando sol ilumina os paredões do lado direito.

Nós levamos uma bolsa térmica com algumas delícias francesas e fizemos um piquenique num colina próxima a Trigance à sombra das árvores, o que foi excelente, pois havia muita coisa fechada nesse dia.

E se Deus é brasileiro, deve passar férias no Verdon e dizer: “Aqui Eu caprichei!!!”.

Observação do Conexão Paris: Verdon é um rio com águas cor verde esmeralda que se encontra na região da Provence, no sul da França. O Canyon ou Gorges du Verdon é considerado um dos mais bonitos da Europa. O Conexão Paris possui artigos com dicas de roteiros que incluem essas famosas Gorges du Verdon. Clique abaixo para ter uma idéia do que se trata:

Roteiro: da Provence até a Côte d’Azur (passando por Moustier Sainte Marie e Gorges du Verdon).

Provence: les Gorges du Verdon, Moustiers Sainte Marie, lavanda e girassóis.

Por último, clique abaixo para conhecer as sete maravilhas da França.

As sete maravilhas da França


O Essencial da Provence

Conheça o guia do Conexão Paris O Essencial da Provence. Ele traz 6 roteiros incríveis para que você conheça o melhor da Provence em uma semana. Acesse nossa agência online Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis pela Provence e Côte d’Azur, em Paris e pelo interior da França.