Renata Aiala, ex-guia do tour de bike Meia Noite em Paris, temporada 2015 (que começa em março), dá dicas para melhor escolher uma roupa para pedalar de maneira confortável e sem perder a elegância. Se você está pensando nas roupas para pedalar com a gente em Paris, fique ligado em algumas dicas levando-se em consideração as quatro estações.

Passear por Paris de bicicleta é tudo de bom em qualquer estação do ano! Além de fazermos atividade física enquanto conhecemos a cidade luz, temos uma visão dela sob um ângulo privilegiado e acesso a lugares nos quais os carros não têm. Há sempre uma deliciosa sensação de liberdade, de pertencimento à cidade e de interação com os parisienses. Não nos esqueçamos que andar de bicicleta contribui com o meio ambiente e colabora com a mobilidade urbana; uma bicicleta a mais é um carro a menos.

Paris é uma cidade linda e também bastante segura para ciclistas, com mais de 700 quilômetros de pistas cicláveis – exclusivas ou compartilhadas – o que torna o deslocamento ainda mais tranquilo e eficiente. A cidade conta, ainda, com muitas ruas nas quais a velocidade máxima permitida é de 20 ou 30 km/h. Aqui, os parisienses usam a bicicleta para tudo! Para ir ao trabalho, levar as crianças na escola (sim, é possível!), ir ao supermercado, praticar esportes, passear e até mesmo viajar! (Veja aqui os relatos sobre nossas cicloviagens na Bourgogne e na Champagne).

Quando a questão é vestir para pedalar, não há, evidentemente, uma regra específica a ser seguida. Ao pedalar na cidade, como meio de transporte, geralmente escolhemos roupas que usamos no nosso dia a dia, roupas comuns, ou seja, não esportivas, específicas para o ciclismo. Se o objetivo é praticar esporte, aí sim, será preciso usar roupas adequadas.

Fernanda Hinke, idealizadora dos passeios de bike.

Fernanda Hinke, idealizadora dos passeios de bike.

O mais importante é sentir-se confortável, mas isso não significa que precisamos estar mal arrumados. Em vários países, tais como a França e o Brasil, existe um movimento chamado Cycle Chic, que mostra que é possível pedalar com charme e élégance. Especialmente em Paris, temos a impressão de que a grande maioria das ciclistas é fiel adepta desse glamour.
Para pedalar com a gente no tour de bike do Conexão Paris, não precisa ir com roupas de academia, pois você (quase) não vai transpirar. Como calçado, por exemplo, é possível usar de sandálias até escarpins ou ankle boot; mas, se você gosta e prefere usar tênis, pas de problème.

Não é preciso usar roupas de academia para andar de bike em Paris

Não é preciso usar roupas de academia para andar de bike em Paris

Se você optar pelo Meia noite em Paris by bike, lembre-se que à noite pode esfriar um pouco e sugiro, então, um casaco leve ou uma jaqueta. Em dias mais frios, tanto de dia, quanto de noite, o mais importante é manter aquecidas as extremidades: orelhas, pescoço, mãos e pés. Por isso, vale usar un bonnet (há vários modelos super estilosos em Paris), luvas, cachecol e um par de meias mais grossas.

No frio, o importante é proteger mãos, orelhas e pescoço

No frio, o importante é proteger mãos, orelhas e pescoço

Resumindo, dá para pedalar de calça jeans, de bermuda, de saia, de short, de vestido, de sapato, de sandália e até mesmo de salto alto. O mais importante é sentir-se confortável, assim como os parisienses.

Conheça os tours de bike do Meia Noite em Paris:

Para os tours, disponibilizamos gratuitamente capacete e colete refletivo. Lembre-se de que não são itens obrigatórios nas regras de trânsito na França (e tampouco no Brasil), ou seja, são acessórios opcionais.