La Samaritaine, a mítica loja de departamentos parisiense pertence, hoje, ao grupo LVMH Louis Vuitton Moët Hennessy.

Fachada art déco da Samaritaine

Fachada art déco da Samaritaine

Ela se encontra fechada há anos pois o prédio se tornou obsoleto diante das novas regras de segurança da Prefeitura de Paris. O projeto da Nova Samaritana é monumental. Ele inclui a restauração do belo prédio art déco com entrada principal pelo Sena, a destruição de velhos imóveis sem importância histórica com entrada pela rua Rivoli e a construção de novos prédios na área liberada.

No total, este projeto inclui uma loja de departamentos de 26.400 m2 com comércios e serviços, 96 apartamentos para pessoas de baixa renda, uma creche de 60 lugares, 20.000 m2 de escritórios e um hotel cinco estrelas da cadeia Cheval Blanc.

Este imenso projeto criaria uma nova imagem para o centro de Paris. O prédio Art Deco da Samaritaine restaurado e um hotel de luxo dariam às margens do Sena um brilho a mais.

Prédio art deco e, ao lado, a área liberada

Prédio art deco e, ao lado, a área liberada

O projeto foi autorizado pela Prefeitura e a demolição dos velhos prédios sem interesse foi levada a termo. Hoje, vemos a antiga Samaritaine fechada e um tapume ocultando o local da demolição.

Área demolida, rua Rivoli

Área demolida, rua Rivoli

Para a entrada Rivoli da Nova Samaritaine, os arquitetos escolhidos pela Vuitton imaginaram um prédio de arquitetura contemporânea revestido de vidro que refletiria as fachadas dos prédios da vizinhança. Lado Sena, art déco, lado Rivoli, contemporâneo. Um diálogo entre passado e presente.

O projeto, aceito pelos orgãos governamentais, foi barrado pelo proprietário de um apartamento nas redondezas e por duas associações. Uma chamada Proteção das Paisagens e da Estética da França e outra chamada SOS Paris.

Motivo: a destruição dos velhos imóveis foi um ato ilegal e a construção de um outro, de arquitetura contemporânea, criaria um contraste incômodo. Juntos, eles exigem a reconstrução idêntica dos feios prédios destruídos.

Li há algumas semanas, na revista Figaro Magazine, uma entrevista com Bernard Arnault, presidente da Vuitton. As suas respostas revelavam, nas entrelinhas, o seu desespero diante da rigidez da sociedade francesa. Revelavam também a sua tenacidade. Ele não abandona seu projeto e aguarda, o tempo que for, um interlocutor inteligente.


A Travel Wifi aluga dispositivos portáteis que fornecem conexão wifi e também vende chips para celular que funcionam na França e Europa.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.