Paris

Paris

Bom, todos nós já sabemos, Paris voltou a ser a cidade mais visitada do mundo em 2013. A França recebeu 84.7 milhões de turistas se colocando na frente dos Estados Unidos (69.8 milhões) e da Espanha (60.7 milhões).

Mas quais turistas gostam da França? Em primeiro lugar os alemães, seguidos de perto pelos britânicos, belgas, italianos e espanhóis. Quer dizer, os europeus.

Fora da Europa, os americanos adoram a França e são numerosos, todos os anos, a desembarcarem aqui. A mídia americana adora criticar e publicar textos ditos “divertidos” sobre a cultura francesa, a verdade é que todos eles sonham com os cafés parisienses e com a cozinha provençal.

Os asiáticos, também, adoram este país. Sobretudo os chineses. Apesar dos dirigentes deste país mostrarem uma certa preocupação com a segurança dos seus cidadãos nesta Paris invadida por pivetes originários do leste europeu, eles foram numerosos a visitarem Paris.

Quanto ao comportamento destes turistas, a novidade é a tendência a uma redução das despesas. E é o item hospedagem que está em evolução. O número de pessoas que procuram quartos para alugar ou que escolhem a opção troca de apartamentos, aumentou.

Neste quesito, a oferta não está em sintonia com a demanda. Não tenho visto esforço da parte do governo para incentivar a locação de apartamentos ou o desenvolvimento do bed&breakfast. Ao contrário, todos os dias um novo hotel palácio é inaugurado.

O ministro dos Affaires Étrangères, Laurent Fabius, tem como objetivo atrair 100 milhões de turistas estrangeiros. Para isto ele tenta atacar dois problemas espinhosos: abertura noturna e abertura dominical das lojas. A batalha será árdua. Os sindicatos são contra as duas medida.

Eurostar

Eurostar

Fabius prometeu também, reformar a Gare du Nord, a estação ferroviária de onde partem os trens Eurostar para Londres. Na comparação entre as estações inglesa e francesa, a Gare du Nord sai perdendo.

Turistas asiáticos na parada do ônibus Paris/CDG

Turistas asiáticos na parada do ônibus Paris/CDG

O ministro está atento também ao problema da segurança. Imagine que as autoridades chinesas ofereceram ajuda neste sentido. Delicadamente, e provavelmente irritados, os políticos franceses recusaram a oferta. Mas, para facilitar os procedimentos burocráticos em caso de roubo, as autoridades franceses criaram um documento tipo escrito em chinês e transmitido ao Museu do Louvre e à torre Eiffel. Em seguida, os empregados dos dois monumentos estão encarregados de depositar os documentos na delegacia.

Eu já percebo uma melhora na questão da segurança. Como vivo no centro de Paris, não tenho visto mais as jovens ciganas que infernizavam nossas vidas. O governo francês criou brigadas especiais que agem nos locais mais turísticos. Os asiáticos eram as vítimas preferidas destas jovens, sobretudo em torno da Ópera, das Galerias Lafayette e da parada do ônibus Paris/CDG.

E, para terminar, Fabius quer melhorar a conexão entre Paris e seu aeroporto Charles de Gaulle. Ele pretende criar uma via expressa, prometida para janeiro de 2015. Desta maneira o tempo de traslado seria de apenas 30 minutos, sem os dramas de engarrafamentos e outros eventos.

Boas notícias!

 


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.