Uma sociedade de produção inglesa está com um belo projeto: colocar movimento nas telas de Van Gogh.  Ou seja, imaginar o cotidiano difícil e atormentado do pintor, ouvir o depoimento de todos aqueles que o sustentaram, ver os pássaros voando em torno dos campos de trigo da Provence…

O projeto terá por base 800 cartas e 120 telas do pintor e contará com a participação de 70 pintores encarregados de criar os movimentos das telas.

O filme, Loving Vincent, poderá ser emocionante. Veja o trailler acima publicado por Hugh Welchman, produtor que ganhou um oscar em 2008 pelo curta Pierre et le Loup.