Rodin é o primeiro artista francês a ocupar o espaço-museu do aeroporto Charles de Gaulle.

Os turistas poderão admirar as obras emblemáticas dos grandes museus parisienses nos 250 m2 do terminal 2E. As exposições serão temporárias e serão trocadas a cada seis meses.

Esta dinâmica não é inédita. Em Amsterdam o aeroporto Schiphol possui um espaço exposições das obras do Rijksmuseum. E o marchand d’art Larry Gagosian inaugurou recentemente uma galeria parisiense aos pés dos jets privés dos colecionadores no aeroporto Bourget.

Daqui para a frente, os viajantes da Air France com destino final America do Norte, América Latina (São Paulo e Rio de Janeiro) e Extremo Oriente terão obras de arte como última imagem de Paris.

Veja mais fotos no Le Parisien.

Dica do Luiz, nosso parceiro para traslados e passeios.