Em breve, talvez, o parisiense será pago para andar de bicicleta por Paris. O Estado francês está de olho em uma experiência que começou agora, início de novembro, no leste da França.

A cidade de Strasbourg, na Alsácia, acabou de implementar uma proposta de saúde pública interessante. Desde o dia 5 de novembro, e durante um ano, a prefeitura vai experimentar um projeto chamado Esporte – saúde com receita médica. Os médicos agora devem prescrever uma atividade esportiva aos seus pacientes que possuem doenças crônicas como alergias, diabete, obesidade e problemas cardíacos.

Com o pedido médico, o paciente é recebido por um professor de educação física que aconselha os esportes adequados. Em seguida, basta se inscrever gratuitamente nas atividades propostas e entre elas, bicicleta, natação, caminhada nórdica, remos… Tudo será pago pela Prefeitura de Strasbourg que deseja substituir receitas médicas de medicamentos por receitas médicas de atividades físicas. No final este programa vai criar uma economia de 56,2 milhões de euros por ano.

O governo francês observa com atenção a experiência alsaciana e talvez, em futuro próximo, o esporte entrará como medicina preventiva na cultura médica francesa. De acordo com um responsável da saúde pública, hoje em dia o estado prefere pagar um jogging que um medicamento.