Me divirto com os comentários das americanas sobre comportamento e estilo de vida parisienses. Tempos atrás li artigo sobre os “Jantares Entre Amigos” onde a autora, americana residente em Paris, descrevia de forma hilária o costume, hoje para mim normal, de separar os casais.

Em Paris, quando indicamos os lugares na mesa, colocamos alternadamente um homem e uma mulher e nunca casais lado a lado. O argumento para essa prática é correto. Afinal de contas se saimos é para encontrar outras pessoas.

Durante todo o jantar você deve prestar atenção ao vizinho da esquerda e da direita. Nunca converse mais com um do que com o outro e tente encontrar o assunto que vai interessar ora um, ora outro. Estamos ali para passar uma noite agradável, com discussões interessantes e sedutoras.

A interpretação americana dessa prática é divertida. Imagine uma mulher que sempre viveu em um país onde um olhar mais sedutor pode ser interpretado como sexual harassment, de repente em Paris, rodeada por franceses que enchem sistematicamente sua taça de vinho e parecem totalmente interessados no que ela diz…

Mas o artigo abaixo é exemplar na ilustração de diferenças comportamentais.

Clarie Lundbert é escritora new yorkaise e vive atualmente em Paris.

O artigo da americana começa de forma abrupta e sem rodeios e a primeira frase é: ” semana passada, comecei a reeducar minha vagina.”

E ela explica que para o parto da sua filha em Paris, ela e o marido passaram cinco dias na maternidade com todas as contas pagas pelo estado francês incluindo refeições com entrada+prato+queijo+sobremesa.

Na saída ela tinha nas mãos uma receita para re-educação perineal. E ela nunca tinha ouvido falar nisso.

Após o nascimento do bebê, ela descobriu que a França é um dos únicos países a ter um programa de fortalecimento do períneo. Atrás desse fato estranho, se encontra na realidade um excelente programa de prevenção de complicações futuras.

Ela descobriu também que todas as jovens francesas tem verdadeira paranóia com esse problema. Após cada gravidez elas correm ver o kiné – fisioterapeuta – para consertarem a “parte de baixo.”

O método é simples e as sessões são tão eficazes quanto ridículas. Na realidade o movimento principal é de contração. E ela se perguntava o que estava fazendo em posições absurdas.

Hoje a autora agradece o governo francês a preocupação que teve com seu períneo. Nos Estados Unidos, a mulher americana se encontra totalmente desamparada e sozinha com a sua vagina, o seguro saúde nunca ouviu falar nisso e se, mas tarde,  ela desenvolve  incontinências, dores e sististes o problema é dela.

E, o melhor ela deixou para o fim, o seguro saúde francês financia também as ginásticas abdominais. Sim podem acreditar! Durante três meses ela fez academia para afinar a cintura e ter o ventre como tábua de passar roupa.

C’est la Franca, bien sûr.

Leia artigo aqui. Publicado por Slate.fr


cemitérios de Paris

Acesse o site Minha Viagem Paris para descobrir e reservar passeios incríveis em Paris e no interior da França.

 


França Entre Amigos oferece transfers, traslados e passeios privativos de carro com motorista brasileiro por Paris e pela França.

No site Booking você reserva hotéis com segurança e tranquilidade e tem a possibilidade de cancelamento sem cobrança de taxas.

Pesquise horários de trens e preços de passagens e compre a sua com antecedência para garantir os melhores preços.

No site Seguros Promo você compara os preços de várias empresas seguradoras e contrata online o seu seguro de viagem.

Obtenha o orçamento das principais locadoras de carro na França e faça sua reserva para garantir seu carro na Rentcars.

Veja as melhores ofertas de passagens aéreas da Air France.