O Studio Hancourt é um mito. E suas fotos são inconfundíveis.

Criado em 1934, o estúdio ganhou fama a partir dos retratos das grandes estrelas francesas e do mundo. A iluminação é única, sempre em preto em branco e fundo cinza. A foto é feita de pertinho. Os modelos, geralmente, portam um sorriso à la MonaLisa.

Brigitte Bardot, Marlene Dietrich, Romy Schneider, Alain Delon, Jean Paul Belmondo, Jeanne Moreau, Zidane, Spike Lee e John Malkovich são algumas das 1.500 personalidades imortalizadas pelas lentes do estúdio. Ao todo, são 550 mil pessoas retratadas.

O portfólio Harcourt é um patrimônio da cultura francesa. Com essa visão,  em 1991,  Jack Lang – então ministro da Cultura – comprou 5 milhões de negativos, que desde então passaram a ser de propriedade do Estado francês.

Para fazer seu retrato, ou o da família, o preços começam a partir de mil euros.

Se você achar que não vale a pena desembolsar tanto, você pode optar pelo nova modalidade Harcourt: as cabines automáticas. Assim como os photomatons espalhados pelos metrôs de Paris, agora é possível fazer por apenas 10 euros uma foto expressa com o famoso H como assinatura. O resultado não se compara com o original, mas pelo menos permite brincar de celebridade.

Studio Harcourt

10 rue Jean Goujon – Paris – 75008

http://www.studio-harcourt.eu

Harcourt automático

Fica dentro da loja Franck & Fils

80 Rue Passy – 75016