Por trás do sucesso dos pintores impressionistas estava um químico apaixonado por cores. Gustave Sennelier abriu sua maison de tintas em 1887 em lugar estratégico: no 3, Quai de Voltaire, em frente ao Museu do Louvre e a dois passos da Ecole de Beaux-Arts. Logo sua loja se transformou em ponto de encontro de pintores e era comum encontrar Cézanne, Bonnard, Pisarro e outros artistas em seus balcões à procura das cores criadas por Sennelier através de pigmentos minerais inorgânicos.

Fachada da loja Sennelier antigamente

A obsessão do químico Gustave pela permanência dos tons originais e pela fina textura da tinta transformou a Maison Sennelier em referência na Cidade das Artes. Mas foi outra criação da Maison Sennelier que permitiu aos impressionistas realizar a ruptura com a Academia e sair em busca das paisagens que entraram para a história: o acondicionamento das tintas em tubos metálicos que, além de serem portáteis, aumentavam a vida útil do material. A Maison Sennelier manteve sua reputação intacta e hoje é tocada pela terceira geração do fundador no mesmo endereço, além de duas novas lojas em Paris.

Loja histórica para compra de tintas em Paris

Seus balcões de madeira continuam sendo ponto de encontro de artistas em busca de tintas a óleo, tubos, guaches, tintas em pó, lápis de cor, crayons, pincéis de todos os formatos e tamanhos, rolos de telas e todos os tipos de acessórios.

Depois de passar por lá, é só montar seu cavalete e soltar a imaginação. Paisagem bonita é o que não faltará.

Maison Sennelier: 3, Quai de Voltaire, 75007

Outros endereços: 4 bis rue de la Grande Chaumière, 75006; 6 rue Hallé, 75014.