Texto e fotos de Kátia Becho

Aconteceu de novo: virei uma esquina em Paris  e dei de cara com o Brasil. Dessa vez, a surpresa ficou com a mais nova loja das Havaianas, aberta há 15 dias na rue Ferdinand Duval, no coração do bairro mais quente de Paris.

É, eles sabem o que fazem. Depois de procurar por meses um ponto no Marais – tinha que ser no Marais –  as legítimas Havaianas abriram sua concept store em Paris seguindo a meticulosa e bem-sucedida estratégia de internacionalização da marca, sucesso há vários verões europeus. A primeira loja foi aberta em Barcelona, no ano passado, e a segunda na Califórnia.

A loja parisiense transpira tropicalidade e apresenta aos parisienses e turistas do mundo inteiro a expansão da linha de sandálias, que agora vem acompanhada de tênis e espadrilles para manter as vendas aquecidas também no inverno.

Os preços? Ah, os preços. Quem estiver com saudade daquela sandália da infância, que vinha nas cores preto/branco, amarelo/branco e azul/branco, vai desembolsar nada menos que 16 euros (cerca de 36 reais). Os tênis vão de 55 a 80 euros e as espadrilles custam em torno de 30 euros.

E, pra comemorar a estreia, a marca fez parceria com a griffe italiana Missoni, famosa pelas estampas em zig-zag, e que custam 70 euros. As Havaianas Missoni são coloridas e ganharam vitrine especial. Há também as Havaianas Issa, parceria com a griffe brasileira Issa London, sucesso entre as celebridades internacionais. Pra quem quiser personalizar, dá pra escolher tiras, solados e acessórios de cores variadas e montar suas legítimas na hora. E, claro, ainda tem as Havaianas com cristais Swarovski a 180 euros. Além do Marais, as ‘embaixadoras do Brasil’ são encontradas em corner próprio nas Galeries Lafayette.

É, se o Brasil está na moda, as Havaianas parecem que nunca mais vão sair. Já viraram clássico.

Havaianas em Paris – 19, rue Ferdinand Duval, 75004