A prática de cultivar  ervas perfumadas é corrente entre amigos franceses e os que não possuem casa no campo ou na praia  plantam em jardineiras nos balcões e janelas dos apartamentos.

De tempos em tempos atravesso Paris e fico horas na Truffault à procura de saquinhos de sementes de mâche, deliciosa crua na salada.

Ou de estragão, que dá uma nota especial ao frango cozido.

Tenho sempre aneth que coloco na clássica receita do salmão, mas que fica delicioso também na carne moída.

A rúcula, eu gosto da pequenina, a menor de todas. Você semeia um ano, depois ela vira praga. Nasce em todos os lugares.

As alcaparras, você colhe no pé que é pequenino. Precisa colher os botões logo que aparecem, senão mais tarde eles tem sementes. A escolha de tipos diferentes para cada erva e de ervas exóticas é grande. Todos os anos escolho um manjericão novo, uma erva desconhecida utilizada na cozinha asiática, uma nova flor comestível.

Truffaut – 85 quai de la Gare 75013 Paris – metrô Quai de la Gare. Aberto todos os dias, mesmo nos feriados, das 10.00h às 20.00h.

Para verem o catálogo e a infinidade de plantas e sementes, cliquem aqui.