O Louvre conseguiu reunir, graças aos dons de particulares e empresas, o valor que faltava para adquirir o excepcional Trois Grâces de Lucas Cranach.

O museu lançou o pedido via um site dedicado exclusivamente aos dons. O sucesso da operação é tributário “dos novos meios de comunicação”.