A Vénus de Milo está de volta ao Louvre.

Durante mais de seis meses ela esteve ausente, escondida no  departamento de restauração do museu. Os técnicos, com imensa paciência e cuidado, retiraram as camadas de poeira que modificavam a cor do mármore.