Fragonard, o grande pintor francês do traço perfeito, que representou com perfeição a frivolidade e os gestos expressivos.

O museu do Louvre possui várias obras de Fragonard, entre elas o misterioso Le Verrou, A Tranca.

Diante da obra, a perfeição dos drapeados do leito imenso, que ocupa quase a tela toda, causa o primeiro impacto estético. Em seguida tentamos compreender a cena. Uma mulher que resiste, sem querer resistir, aos ardores de seu amante? E este homem que tranca a porta? Um gesto autoritário? Cena de amor ou de violência? A pequena maçã ao lado do leito simboliza amores culpados?

Diante desta cena libidinosa com alguma inquietação, nos perguntamos se os gestos expressam uma ameaça difusa ou fuga amorosa.

No site do Louvre encontramos análises das principais obras do acervo. Esta é uma delas. Acho que nunca falei para vocês que o museu oferece também visitas guiadas. Durante uma ou duas horas, um professor acompanha,  de obra em obra, um grupo pequeno de ouvintes. Vale a pena.

www.louvre.fr