Foto: Francisco de Assis Andrade

Eles se instalam nos lugares turísticos como Montmartre, nas imediações das Galerias Lafayette, perto da torre Eiffel. Eles se vestem como os turistas acham que o parisiense típico se veste. Eles possuem um orgue de barbarie, também conhecido como limomaire, um instrumento musical mecânico em “vias de desaparecimento”. Durante o início do século XX, os donos dos limomaires divulgavam as novas canções pelas ruas de Paris. Os pedestres paravam para escutá-las e todos cantavam juntos. Depois foi inventada a indústria do disco e em seguida a internet. Desde então, eles viraram atração turística nas ruas parisienses.