Abaixo um resumo dos artigos publicados na imprensa francesa sobre as expectativas do governo e dos industriais franceses em relação a mais este contato entre a França e o Brasil. Estão todos apostando em grandes contratos de venda, militares e civis.

Paris olha com um grande interesse o Brasil, este líder regional, influente sem ser invasivo, qualificado como uma democracia exemplar e que se beneficia de uma economia sólida a qual permitirá a este país encontrar uma saída rápida para a crise. Um país, que além de ser uma plataforma regional, possui um mercado interno extremamente interessante para as empresas francesas.

Por isto a presença de grandes homens de negócio na comitiva de Nicolas Sarkozy. Um grupo de reflexão será criado, juntamente com os dirigentes das empresas brasileiras, sobre o reforço de uma colaboração econômica bilateral. O objetivo da França é posicionar as empresas francesas no mercado brasileiro e a linha de mira visa o mercado militar e o trem de alta velocidade que ligará Rio de Janeiro e São Paulo.

Foi-se o tempo em que os políticos franceses consideravam o Brasil um “país não muito sério”.

Foto: Le Figaro.fr e resumo de artigos do Les Echos e Le Figaro.