foto: David Ademas

Na semana passada, um jovem, que cavalgava por uma das praias da Bretagne, acabou entrando em uma região com um volume grande de algas em decomposição. Em poucos minutos seu cavalo morreu e ele foi salvo in extremis, já inconsciente, por amigos. Estas algas em decomposição fabricam um gás fatal que, em francês, se chama hydrogène sulfuré. A inalação deste gás mata em poucos minutos.

Parece que as associações de proteção do litoral e os ecologistas vinham alertando o governo sobre o perigo que representa as praias invadidas por estas algas. Com este acidente, as autoridades já estão providenciando a limpeza da área e estudando um método de combate à proliferação das plantas.

O fato me impressionou porque já caminhei por praias invadidas por estas algas sem saber que, em grandes quantidades, elas podem se transformar em armas fatais.