Em um artigo anterior anunciei que, a partir do mês de julho, os restaurantes passariam a pagar 5,5% de TVA (imposto) no lugar de 19.6%. Esta queda do imposto deveria ser acompanhada por uma queda dos preços.

Alguns restaurantes imediatamente respeitaram o acordo e outros, até hoje,  ainda não. Eu procuro, em cada restaurante que entro, o poster acima, sinal de que o estabelecimento faz parte do grupo que assume o compromisso.

Fiquem atentos.