Eu as acho feias, coloridas demais, elas estão presentes em todas as minhas fotos, impossível evita-las. Antes dos atentados terroristas, as lixeiras de Paris eram em metal acinzentado, discretas.

Não sei se vocês ouviram falar do atentado da rue de Rennes. Diante de uma grande loja popular, a Tati, um BMW preto parou e um homem desceu para jogar um embrulho dentro da lixeira. Quando o carro já estava longe a lixeira explodiu. Isto aconteceu em 1986 e eu já morava aqui. A bomba matou 6 pessoas e causou ferimentos graves a 55 outras.

Aí está a explicação para estas lixeiras transparentes, frágeis e verdes.

No ano que vem, Londres que conhece o mesmo problema de segurança interna, vai inaugurar estas novas lixeiras. Particularidade importante, elas são resistentes a explosões. Rola na net o comentário seguinte, se estiver embaraçado com um estoque de bombas, já sabe em qual lixeira joga-las.