Acho difícil indicar restaurantes em Paris. Existem tantos guias, todos ótimos. Mas quando leio um comentário interessante a respeito de um restaurante ou quando amigos me passam uma excelente dica,  divido com vocês a informação.

memere-paulette.jpg

Acabei de ler um artigo do crítico grastronômico François Simon a respeito do restaurante Memere Paulette, situado no centro de Paris perto da bela Galerie Vivienne e do Jardin du Palais Royal.

Memere Paulette é uma preciosidade, algo que quase não existe mais em Paris. Um restaurante com toalhas de plástico, ambiente descontraido, uma cozinha da vovó, quer dizer uma cozinha tradicional, utilizando as antigas receitas francesas e os melhores produtos regionais. Neste restaurante vocês vão comer foie gras de canard ( foie gras de pato) , saucisse de Morteau (embutidos de Morteau, os melhores da França), civet de marcassin ( cozido de javali), andouillette ( embutido a base de carne de porco) e pratos mais internacionais para aqueles que não gostam de aventura.

Uma outra característica importante do restaurante,  as porções  generosas, impossível terminar um prato. Uma antiga tradição francesa que está desaparecendo.

O restaurante é barato com um menu a 21 euros, entrada, prato e sobremesa.

Memere Paulette 3 rue Paul Lelong 75002 Paris. Aberto de terça a sexta feira da 12 as 14,30 e das 20 as 22 horas. Metro Bourse.

clubdu-livre.jpg

Este outro restaurante se chama Café des Lettres e está situado atrás do Musèe d’Orsay.

Ele me foi indicado por um amigo francês e ontem li um artigo elogioso na blogesfera francesa. Eu o cito por três razões. A primeira este jardim acima. Se estiverem em Paris nos meses ensolarados e quentes, programem uma visita ao Orsay e em seguida um almoço ou jantar neste jardim  situado em uma das regiões mais aristocráticas da cidade.

Mas se estiverem em Paris nos meses frios corram conhecer as salas deste restaurante. Infelizmente não tenho fotos. Ele está situado no prédio do Centro Nacional do Livro.

letre.jpg

As salas do restaurante são revestidas por bibliotecas e decoradas com poltronas de couro confortáveis. Um ambiente ideal para os dias frios que chegam devagar. Um refúgio tranquilo nos meses de outono e inverno.

Terceira razão, o Café des Lettres oferece, no domingo,  un brunch simpático por 25 euros.

Claro que a cozinha é boa e os preços honestos com  um menu no almoço por 19 euros.

Le Café des Lettres – 53 rue de Verneuil 75007 Paris. Todos os dias das 9 as 23 horas.