grand-arme-fohe-leve.jpg

foto: Sergio T. Gonçalves

As pessoas que conhecem Paris sabem que uma das características da cidade é a ausência de torres. A altura máxima para a construção de imoveis é de 37 metros, o equivalente a 6 andares. Este limite foi estabelecido pelo Barão Haussmann no século XIX.

Olhem esta foto do Sérgio tirada a partir do Arco do Triunfo. A direita a avenida Grande Armèe e à esquerda a avenida Foch. A uniformidade arquitetural é prodigiosa.

Em 2005 o prefeito de Paris enviou uma carta aos parisienses perguntando, entre outras questões, se eles concordariam com a construção de torres na cidade. O não venceu com 69% das respostas.

tm2.jpg

foto: Sérgio T Gonçalves

Digamos que os parisienses ainda não se recuperaram do choque da construção da torre Montparnasse. Eles defendem o limite de 37 metros na esperança que Paris não se transforme um uma Dubai e que guarde suas características.

leve.jpg

Projeto de Philippe Barthélemy e Sylvain Grino.

Acontece que o prefeito de Paris considera que a cidade não pode ficar eternamente limitada pelos códigos do barão Haussmann, que uma mudança dos padrões arquiteturais seria benéfico para a solução dos problemas habitacionais. O sinal verde para a construção de torres tem de ser dado.

Tentando respeitar a opinião dos franceses por um lado e renovar a arquitetura parisiense por outro, as torres serão construidas nos limites da cidade, nos bairros 12, 13, 15, 17 18 e 20.

Nestes últimos 10 dias este assunto é discutido calorosamente na mídia, na blogoesfera e em todos os jantares entre amigos.