tet.jpg

Há uns meses atrás os jornais franceses e do mundo todo falaram da Sociéte Generale, um banco francês que perdeu muito dinheiro por causa de um funcionário/trader que escolheu umas aplicações financeiras arriscadas e perdeu tudo, quer dizer o banco perdeu tudo.

Acabei de ler um artigo demonstrativo do humor francês. Trata-se de um post publicado pelo excelente jornalista Fabien Gruhier do Novel Observateur.

Ele começa seu artigo falando sobre o efeito borboleta, teoria segundo a qual uma causa mínima pode ter grandes conseqüências e da vários exemplos desta correlação. Um dos exemplos citados a taxa de testosterona dos traders da bolsa de valores e o gosto do risco. Quanto mais elevada a taxa deste hormônio masculino maior a tendência dos traders a correr grandes riscos, a obter grandes lucros ou provocar grandes perdas.

Finalizando o artigo ele acha que seria conveniente trocar os traders da Sociéte Generale por mulheres.

Brincadeiro ou não eu assino embaixo e acho que realmente o risco não atrai as mulheres.

Corroborando com esta idéia as últimas estatísticas francesas mostrando que as mulheres são 2,7 vezes menos expostas aos acidentes de carro graves. Por isto elas beneficiam de tarifas 20% mais baixas para os seguros de carro.