À partir de 1830, a Bibliothèque National de France passou a censurar livros, desenhos e fotos contrários à moral vigente. As obras eram colocadas em uma reserva denominada Inferno. Pois bem, à partir do dia 17 de dezembro até 15 de janeiro o Inferno estará aberto aos maiores de 16 anos pela primeira vez na história da BNF. Romances, estampas japonesas, fotos, desenhos, a riqueza do acervo da biblioteca é imensa. São 350 obras eróticas que mostram a relação que os homens estabelecem com Eros. Escritores expostos: Sade, Apollinaire, Bataille.

Em Paris, existe uma estação de metrô fechada ao público desde após a segunda guerra mundial. Ela se chama Croix Rouge e está na linha número 10 entre Sèvre Babylone e Mabillon. Durante a exposição, a BNF e a RATP (que dirige o metrô) se associam para oferecerem aos usuários uma experiência singular: a travessia lenta desta estação decorada com estampas eróticas. Todas as vezes que o metrô atravessar esta estação desativada, ele vai reduzir a velocidade para que os passageiros possam apreciar as obras coladas nas paredes.

Bibliothèque François Mitterand – Grande galerie: Quai Anatole France, 75013 Paris. Metrô linha 14, estação Bibliothèque François Mitterrand. Fechado às segundas.

Para verem um vídeo com as obras expostas: www.rue89.com