Excelente exposição na Fondation Cartier em Paris

Nas nossas dicas de Montparnasse - leia aqui – citamos a Fondation Catier como passagem obrigatória pela sua arquitetura e suas excelentes exposições.

Atualmente e até o dia 29 de setembro, a Fondation apresenta o escultor australiano Ron Mueck e suas obras de um realismo extremo.


Woman with Sticks, 2009. Courtesy Hauser & Wirth. © Ron Mueck. Photo Thomas Salva / Lumento, 2013.

Ron Mueck é conhecido mundialmente mas suas exposições são raras. Ele trabalha lentamente no seu atelier londrino e o tempo é, para o artista, um elemento essencial da sua creatividade.

Suas figuras humanas possuem um marca própria, diferente do naturalismo acadêmico e do pop art.

A exposição parisiense mostra seis obras recentes e três esculturas realizadas especialmente para a Fondation Cartier.

www.fondation.cartier.com

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

Veja Também

Paris, em torno dos desfiles

Hokusai, a origem do manga

Evento em Paris: Nuit Blanche

24 pitacos, participe desta conversa

  1. Solange Duarte disse:

    Gostaria de saber o valor do ingresso, estarei em Paris na 1a semana de julho e não quero perder esta exposição,

    Grata

    Solange

  2. Carolina Gomes disse:

    Lina, sabe dizer se a Fondation Cartier aceita o Museum Pass?

  3. Nilza Freire disse:

    Digo, na segunda quinzena de setembro haverá a apresentação de Alceste, de Christoph Gluck, conduzida pelo maestro Marc Minkowsky, no Opera Garnier.

  4. Nilza Freire disse:

    Posso afirmar que esta exposição não me escapa, achei sensacionais as esculturas!
    Quanto a Ópera, na segunda quinzena terá uma ópera Alceste, com vendas online a partir de 25 de junho. Estarei lá também no Garnier!

  5. Beth Lima disse:

    Lina, agradeço a dica das Óperas. Nossa estadia em Paris (4 a 9 set) não coincide com a abertura das casas de espetáculos mas vamos tentar encontrar. A seguir iremos conhecer as regiões de Champanhe e Alsacia e, desde já, estou fazendo minha pesquisa aqui no CP. Tenho certeza que será uma viagem tão maravilhosa como a anterior.
    Um grande abraço!

  6. Leila Granato disse:

    Posso comprar ingressos antecipados em algum site para esta exposição na Fondation Cartier?

  7. Beth Lima disse:

    Boa dica do site da fnac para evitar as filas. Em setembro estaremos aí e não perderemos essa exposição.
    Lina, você sabe de alguma programação de concertos de música clássica para início de setembro?

    • Lina disse:

      Beth Lima
      Início de setembro ainda não. Mas olhe no site da Operas de Paris. Veja se início de setembro já está aberto. Muitas casas de espetáculo abrem somente após 15 de setembro.

  8. Ana Cristina disse:

    Eu com com certeza!!!!!

  9. Tatinha disse:

    Obrigada pela dica, Lina!!! Que oportunidade! Não esperava conhecer pessoalmente este maravilhoso trabalho! Já estou contando os dias…

  10. Rocha disse:

    Olá Lina,

    Seu blog é perfeito, tem sido muito útil.

    Você sabe se podemos comprar os ingressos para essa exposição, afim de evitar filas, no “Office du Tourisme”?

    Obrigado!

  11. Karla disse:

    Oi Lina!! Bem, acompanho seu blog já tem um tempo, e como vou pra Paris no dia 1° ao dia 4 de maio, queria sua ajuda. Estou quase reservando um hotel na Rue de L’Annonciation, no 16e arrondissement; mas ainda tenho duvidas. A localização que eu procuro, é onde seja mais fácil pra fazer passeios a pé, para os lugares mais distantes eu pego o metrô, mas queria uma região “bonitinha” pros finais de tarde, ou intervalos entre passeios. Estou indo sozinha pra Paris. Obrigada.

    • Lina disse:

      Karla
      Não conheço a rua, não sei se é bonitinha, mas o bairro é residencial, habitado pela burguesia tradicional, considerado um bom bairro. Ele se encontra afastado de todos os pontos turísticos. Terá que pegar metro para se aproximar do centro.

  12. claudia disse:

    imperdível!!! Valeu a espera de 2hs na fila

  13. Eliana Barbosa disse:

    Lina, vou aproveitar essa oportunidade!

  14. Regina Vasconcelos disse:

    Quem sabe consigo chegar lá!

  15. Nick disse:

    Eu assim como a Tania, tenho muita vontade de ver ao vivo os trabalhos desse artista, a primeira vez que vi umas fotos, fiquei impressionado. Uma pena que neste ano não poderei ir pra Paris.

  16. Madá disse:

    Sabia que iria encontrar um comentário da Tania Baiao nesse post.
    De fato, a Fundacao Cartier parece perfeita para essa exposição.
    Aproveitando a categoria de “exposições” recomendo fortemente a exposição FRAGILE – MURANO no Musée Maillol.

  17. Lenna Ranghetti disse:

    Excelente programa! Já anotei!!!

  18. Tania Baiao disse:

    Tenho MUITA vontade de ver o trabalho de Ron Mueck ao vivo! Que oportunidade. Os detalhes são espantosos!

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.