Um banheiro design no Louvre

Outro dia encontrei uma novidade no museu do Louvre. Para quem passa pela entrada do Carrousel do Louvre na rue de Rivoli, à esquerda logo após as escadas rolantes, o banheiro que sempre existiu neste lugar foi substituído por um outro da cadeia dos banheiros design e ultra chics.

Quando comecei a tirar as fotos ( uma turista sorridente se deixou fotografar enxugando as mãos ), uma pessoa veio me avisar que era proibido. Deixei para lá, não é? Poderia argumentar que se tenho o direito de fotografar a Monalisa no Louvre, porque não então uma privada do Louvre? Mas não quis perder meu tempo e mostro para vocês as duas únicas provas do banheiro mais design do museu.

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

Veja Também

Paris: regras de sobrevivência no metrô

Salle Pleyel: dicas de concertos

Medo de avião & música

18 pitacos, participe desta conversa

  1. Alberto Bentley disse:

    O Mc Donald’s quebra um bom galho quando se está no aperto. Em Paris alguns são temáticos ou têm alguns doces e salgados fora do cardápio normal. Em lojas grandes como Fnac e Adidas não têm banheiro e nem água. A gente tem que parar as compras e ir lá fora pagar 2 Euros pela garrafinha ou pedir um urino-café para poder se aliviar. Por sinal, fora a Perrier, o restante tem muito sódio, não são legais. Fora que pode estar o maior calor e não existem ou são raras as geladas. Mas o WC Point é mesmo bacana e agradavelmente perfumado.

  2. Maria Lucia disse:

    Ufa! Eu pensei que só eu tinha passado por um aperto em Paris…
    Em abril deste ano tentei a C & A, a H M e mandaram me para o Mac Donalds, fiquei pasma. Na praça de alimentaçao do Carrossel do Louvre tem um baneiro escondido e limpo, Claro que dentro do proprio Museu os banheiros sao ótimos.

  3. Cristiana Dias disse:

    Eu tb estive nesse banheiro. Realmente vale a pena o euro pago para usá-lo, pois ele é chiquérrimo e limpíssimo!

  4. É o pipi mais caro de Paris, custa 1 euro! E se vc uar o tipo Sp japonais a sua visita custa 1,50. Eu acabei entrando pq não dava para segurar mais…rs e, calro, pedi pra fotografar e recepcionista disse que não, mas dei um jeito….

  5. Edson disse:

    A minha esposa entrou no dos Champs Elysées e falou que era de fato diferente de tudo. Fiquei curioso e paguei pra ver! Lembro que tirei umas fotos com o celular mas ninguém falou nada.

    Em Londres, Viena e Amsterdam vários lugares cobravam 0,5 euro ou libra pra usar o banheiro.

    Em Paris, o Starbucks deixa você usar se comprar alguma coisa. O interessante é que você ganha uma senha para digitar na porta do banheiro.

  6. Juliana Nassif disse:

    Oi Lina, eu conheci este banheiro do Carrossel do Louvre recentemente, em julho, em minha última estada em Paris… Realmente é muito limpo, perfumado e chique! Paguei 1 euro para usá-lo. Achei legais os papéis higiênicos com vários desenhos e cores diferentes que eles vendem lá… Se não me falha a memória parece que se chama Point WC… Beijos, Ju

  7. conexaoparis disse:

    Sueli
    Eu não me aventuraria!
    O que faço é entrar em um café, pedir uma bebida e usar o banheiro.

  8. Denise Marques disse:

    Isso aqui é uma distração para mim. Um dos melhores momentos do meu dia. Valeu!

  9. Sueli disse:

    Não sei se isso funciona, ou funcionaria em Paris, mas em NY e no Canadá, entramos na recepção de vários hoteis que estavam em nosso caminho e usamos naturalmente o banheiro de todo eles. Além de conhecermos muitos hotéis maravilhosos, ainda nos aliviávamos.
    Podemos fazer isso em Paris, Lina, principalmente nos estrelados George V, Crillon, Bristol, Plaza Athénée, Meurice, Ritz. etc?
    Nunca me aventurei.

  10. Cláudia Oiticica disse:

    Concordo com a Sueli. Lojas do porte da Fnac, mereciam banheiros para os clientes.
    O banheiro da BHV fica escondidinho no último andar. Até achar, temos que passar por todos os andares.

  11. Cláudia Oiticica disse:

    Já entrei num banheiro como esse, mas não foi no Louvre, talvez no Orangerie.Uma grande evolução desde os chiottes turcs, não é mesmo?
    Acho estranho quando nos proíbem fotografar algo tão simples. Se não estamos invadindo a privacidade de ninguém, não vejo nenhum problema.
    Dentro de um estacionamento pago subterrâneo, minha filha foi repreendida porque tirou uma foto de uma fileira de uns 30 Smarts estacionados juntos. O vigilante queria uma explicação, disse que era proibido.Bem, ela só achou bonitinho e quis registrar. Realmente não entendi o porquê da confusão.
    O livro que o Leandro falou acima e os Franceses, do Ricardo Correa, são dois livros excelentes para aqueles que se interessam pela França.

  12. Giovanna disse:

    Desde que esteja tudo em ordem, prefiro pagar…
    Quanto a proibição de fotografar em certos lugares, também me pergunto muitas vezes, “por que não? se até no Louvre as obras podem ser fotografadas?”
    Mas nem sempre adianta argumentar.

  13. Sueli disse:

    Em Paris é muito comum se pagar para usar o banheiro. Alguns valem muito a pena, principalmente se não pudermos esperar, aí, até rezamos para aparecer um e não importa o preço. As lojas não oferecem esse serviço.
    Um dia, estava em plena Champs Elysées, entrei na Fnac, na Virgins e na Sephora,ninguém tinha banheiro para os clientes. Será? E onde os vendedores vão? Acho um absurdo você estar dentro de uma loja enorme, necessitada, e não poder usar um banheiro! Minha sorte foi uma galeria que tem logo na subida da Champs Elysées, chiquérrima, e que tem um banheio bárbaro, super limpo e descolado, pago, claro! Mas nessas horas você lá vai chorar 1 euro?
    Muitas vezes temos que nos sentar para tomar uma água e usar o banheiro, pior é quando ainda também temos que pagar por issso.

  14. Tais disse:

    Então é isso, o banheiro custa 1 euro pq é ultra-chique! Agora entendi. Fui la desavisada, porque tava apertada e por coincidencia passava pelo local, e quando vi a tabela indicando preço achei um absurdo.

  15. Elvira disse:

    Legal esses banheiros diferentes !!!
    Eu e uma amiga ja tiramos foto no banheiro do Museu da Língua Portuguesa em São Paulo.
    Logo depois da inauguração eles fizeram uma decoração diferente no banheiro, colocando frases de autores famosos.

    Bjs.
    Elvira

  16. Leandro Ramos disse:

    Lina…..Não que nós queiramos q vc seja uma “fora da lei” rsrsrsrss….mas continue..sim….fotografando o que os nossos olhos veem à 12.000 Km de vc!!! Bjks….ahhh propósito “out of text”, vc já lei a Biografia de Paris de Colin Jones??? Formidável….acho que vc vai adorar….!!! Bjks

  17. oi lina! ah, eu tb não resisti – fotografei as portas do banheiro da área internacional do aeroporto de orly, bem discretamente! afinal de contas, elas são incríveis com seus manequins femininos! bjs, querida!

  18. Jorge Gomes disse:

    Realmente design!! A questão das fotos no banheiro é mais de privacidade dos visitantes. Imagina se alguém começa a tirar fotos do banheiro e ao mesmo tempo das pessoas e coloca fotos indiscretas ne internet. O pior é que podemos processar o local por falta de segurança e direito a privacidade.
    De qualquer forma ótimas fotos dignas de um grande papparazzi!

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.