Dicas para almoçar barato em Paris

Eu já escrevi um artigo sobre o Lina’s Café e sobre o Cojean. Esta é a terceira dica para um almoço gostoso e barato em Paris.

Trata-se da padaria e casa de chá Paul com vários endereços em Paris. Alguns somente padaria onde você pode comprar sanduíches e tortas deliciosas.  Outros, além da padaria eles possuem também um salão de chá onde, na hora do almoço, você pode comer uma salada/bebida/sobremesa por 15 euros, ou uma torta salgada+salada/bebida/sobremesa por 13,50 euros.

Para obter os endereços das padarias e casas de chá: www.paul.fr

Meu endereço preferido 35 rue Tronchet 75008 Paris, perto da Madeleine e do Printemps.

Publicidade

O conteúdo deste post foi decidido pela equipe editorial do Conexão Paris, tendo como critério a relevância do assunto para nossos leitores, não havendo nenhum vínculo comercial com qualquer empresa ou serviço citado no texto. Não recebemos qualquer tipo de remuneração pela escrita e publicação deste texto. Conheça a política de remuneração do Conexão Paris.

28 pitacos, participe desta conversa

  1. Maria Lina Carvalho disse:

    Lina, o “Paul” é aberto à noite ou só até as 18hrs? Obrigada!!

  2. [...] leitora Maria Luiza deixou comentário interessante sobre restaurantes baratos em Paris. Fizemos uma pesquisa [...]

  3. Manoela Lecue disse:

    A Paul é maravilhosa!
    Nos apaixonamos por ela assim que colocamos os pés em Paris! Foi o 1º lugar que fizemos um pit stop e valeu muito! Indicamos prá todo mundo, principalmente a da Champs Elisee, que tem uma variedade enorme e os atendentes são super simpáticos!!
    Adoooooro!

  4. Aurea Borne disse:

    Adoro! Paul é uma boa pedida para fazer uma boquinha… sempre tudo gostoso.
    E o CP, como sempre, dando dicas legais prá gente curtir essa maravilha de lugar!

  5. maria esther rolim disse:

    Tudo que comi nestas lojas amei, mas fui destratada por duas atendentes despreparadas e arrogantes na loja da Boulevard Saint Michel. Inicialmente porque minha amiga, que não sabe falar inglês não conseguia se comunicar com a caixa. Resolvi o problema falando com uma atendente negra que posteriormente falando em francês ficou fazendo comentários irônicos e rindo de mim junto com a caixa porque me confundi ao conferir o troco em moedas. Chamei-lhe a atenção em tom de voz bastante elevado e deixei-a constrangida lembrando-lhe que eu era turista e não tinha obrigação de ter intimidade com a moeda estrangeira e que eu estava ali ajudando a manter seu emprego e exigia que me respeitasse e que no meu país não havia gente mal educada e prepotente no trato com turistas! O que me impressionou foi a fila que se formou de clientes, que aguardaram eu terminar meu protesto sendo que houve quem me olhasse com sorrisos de concordância. Desculpei-me com as pessoas da fila e nunca mais pisei nesta loja. Mas como vou retornar a Paris este ano vou voltar lá e espero não encontrar estas senhoras despreparadas !
    Maria Esther

  6. CARMEN disse:

    Adoro, é uma ótima dica! Qdo a fome aperta e encontrarmos PAUL, vale a pena parar e saborear um sanduíche delicioso! Já comprei na estação de trem antes de embarcar para o café da manhã, não é só sanduíches tem um croissant de chocolate que é tudo de bom!

  7. Elizabeth Moreira Lima disse:

    Ótimas dicas. Maria Luiza Sá e Madureira, concordo com você: para nós os comuns dos mortais, 15 euros não é o ideal. Mas, gostei muito das informações. Grata a todos.

  8. Maria Luíza Sá e Madureira disse:

    No restaurante da Aliança Francesa (101 Blvd. Raspail, 6éme) é possível almoçar por menos de 10 euros (sendo aluno, fica ainda mais barato). É um esquema de cafeteria, uma carne ou peixe ou frango e dois acompanhamentos, em geral vegetais, purê de batatas, uma massa. São comidas gostosinhas, bem feitas, nada inesquecíveis mas muito dignas e fartas, e ainda acompanham pão à vontade. Em termos de custo-benefício, especialmente por se tratar de comida de verdade, nutritiva, não há nada igual em Paris. Recomendo imensamente. Bem perto dali, no 12 Rue Notre-Dame des Champs tem o Bagels and Brownies, lugar minúsculo e disputadíssimo que oferece sanduíches feitos com pão tipo bagel (quatro tipos diferentes a escolher) e recheados com cream cheese e uma infinidade de ingredientes como pastrami, abacate, comté, rosbife, tomate, peito de peru… são várias opções, todas por menos de 10 euros. Por fim, indo um pouco mais para o coração de Saint Germain des Près, indico o lugar que pra mim é o melhor restaurante barato de Paris: o Cosí (54 Rue de Seine). Saladas e sanduíches com ingredientes maravilhosos (saumon rôti, speck, rosbife) e um pão feito lá mesmo, praticamente na hora (eles têm um forno à lenha que não para de funcionar!) que é base dos sanduíches e acompanha as saladas. A formule mais cara, que inclui salada, sobremesa e bebida sai por 11,50 euros. Imperdível! Quanto ao Paul, desculpem, mas… não! Caro pro que oferece e bem mais ou menos em termos de sabor. Entendo que pra quem vive em Paris há décadas, pagar 15 euros por um lanche seja algo corriqueiro, mas tenho certeza de que pra grande maioria dos turistas, afirmar que uma refeição por 15 euros é barata é escandaloso. É realmente difícil, mas não impossível encontrar opções melhores e preços mais baixos em Paris.

    • Lina disse:

      Maria Luiza
      Agradeço sua dicas. São excelentes.
      Se me permite gostaria de transformar em post.
      Certificando o tiro, não tive a intenção de ser escandalosa. Longe disto.
      Não gosto de escândalos.
      As apreciações são sempre pessoais e subjetivas, não é mesmo?

  9. Mô Gribel disse:

    Adoro o Paul, os pães são fantásticos. Comprei inclusive no Charles De Gaulle antes de embarcar de volta.
    Também tem algumas em Londres, tão boas quanto as parisienses.
    Ótima dica!

  10. Celia disse:

    Adooooro, fui a Paris c esta dica, eh uma rede maravilhosa, recomendo

  11. [...] Primeiro, concorrer com os sanduíches que compramos nas padarias e nas cadeias como Paul ou Cojean. [...]

  12. Lígia Passos disse:

    Brioche Dorée tb é uma boa opção!!!!

  13. Carlos Eduardo disse:

    É mesmo uma delícia, eu e minha esposa sempre nos lembramos das quiches (de chèvre et aubergine) e tortas de frutas vermelhas que comemos no “quiosque” do Jardin des Tuilleries… viraram referência!

  14. Aurea Borne disse:

    Adoro o Paul, é endereço certo em nossas viagens! As tortinhas de frutas vermelhas, morango, framboesas… huuuuum estão sempre frequinhas e deliciosas. O Lina’s tb é ótima pedida. Ainda não experimentei o Cojean, mas está anotado para a próxima. Obrigada CP pelas excelentes dicas sempre! Indispensável!!!

  15. Jorginho disse:

    Nao sei ce voces sabem mas é poribido em frança de dizer que PAUL é uma paderia porque a massa do pao nao é produzida nos armazens mas ela vem ja preparada de LILLE. Temos a mesma coisa para os bolos eles sao feitos direitamente em LILLE (precisamente em HENIN BEAUMONT) os produtos sao muito diferentes das verdadeiras Padeirias que voces podem encontrar em PARIS. E se voces olharem bem os preços dos produtos nao estao barratos nao. Vigilanca

  16. Juliana disse:

    Sou super fã do Paul – tem um perto da minha casa e é um problema em época de dietas!

    Lina, vi que você comentou que é preciso estudar nas universidades parisienses para se comer em restaurantes universitários – mas já fui algumas vezes e nunca me pediram (nem aos meus amigos) comprovante de matrícula. Talvez eles tenham mudado a política?

    Beijinhos!

  17. Nilza Freire disse:

    Muito bom, excelente! Nunca lanchei nesse lugar, espero provar logo!

  18. conexaoparis disse:

    Tereza
    Leia a categoria restaurantes baratos, por favor.

  19. Tereza Vila Lobos disse:

    gostaria sugestão de restaurantes economicos em Paris.

    Grata

    Tereza

  20. conexaoparis disse:

    Layssa
    Me lembrei que é preciso morar e estudar em Paris para frequentar estes restaurantes. Mesmo assim tente.

  21. conexaoparis disse:

    Layssa.
    http://www.paris.fr/portail/Education/Portal.lut?page_id=7910
    Acima link dos restaurantes universitários. Neles você vai achar os menores preços de Paris.
    Não existe, como no Brasil, comida a quilo. Existem selfs, mas acho a opção dos universitários melhor.

  22. Layssa Campanel disse:

    Lina,
    Uma amiga e eu vamos para Paris em junho (1 mes). Somos estudantes e, portanto, vamos fazer uma viagem “econômica”. Quanto vc acha que gastaremos cada uma com alimentação durante esses 30 dias? Em Paris existem restaurantes self service por quilo?
    Obrigadão. Layssa.

  23. conexaoparis disse:

    Martha
    Não preciso de dar dicas, no boulevard Saint Michel tem vários café, vários lugares para tomar café da manhã

  24. Martha Leite disse:

    Lina,
    adorei este lugar!!!!!!! Já estou viajando sem sair de casa!!! Gostaria de uma dica sb café da manhã próximo do Des Mines hotel, no 125 da boulevard Saint Michel.

  25. disse:

    A minha dica são os restaurantes da franquia Tarte Julie, onde vendem-se otimos quiches com saladas, sopas e tortas doces a um preço bem razoavel.

    Fiz uma pesquisa rapida e não existem tantos quanto eu pensava…. Eu ia sempre na franquia do 16eme, não muito longe do Trocadero. Aqui vão os endereços:

    1er: Forum les Halles
    14 eme: 8, Rue Jolivet
    16eme: 14, rue de l’Annoncionation

Participe e deixe seu comentário

Seu comentário pode demorar alguns minutos para aparecer no blog.